Susana China: “Tenho muito orgulho e gostava que Coimbra fosse mais aberta.”

Susana dá graças a Deus pelo sítio onde nasceu. Ouça, é que não mudava. Gostou da escola onde andou, da família onde cresceu, de jogar ao berlinde, de jogar à macaca, de saltar à corda e ouvir a mãe a chamar: Meniiiiinas, venham para caaaaaasa! Não tinha telefone fixo e era aquele sossego, aquela liberdade. Susana nasceu […]

Ler Mais