Av. Sá da Bandeira: 15 esplanadas e uma história que muda as nossas vistas

É um dos boulevards de excelência de Coimbra e famoso ponto de encontro da cidade. Conhecida pela diversidade de bares e restaurantes, a Avenida Sá da Bandeira e inseparável Praça da República é favorita para reunir com os amigos e desfrutar de uma bebida ou refeição. Preparámos uma lista de restaurantes, cafés e bares abertos neste momento mas antes desafiamo-vos a saber um pouco mais sobre o que podem realmente apreciar sentados nas esplanadas deste lugar.

A Avenida Sá da Bandeira começa na icónica Praça da República, baptizada semanas depois da implantação da República Portuguesa, a 5 de Outubro de 1910. É lá a paragem obrigatória de centenas de estudantes e não só, em cafés como o Cartola, Académico, Tropical ou Teatro Académico de Gil Vicente, junto à histórica Associação Académica de Coimbra.

Mas vale a pena recuar no tempo para olhar para o lugar de outra forma. É que antes de o ser, a Sá da Bandeira fazia parte do Cerco do Mosteiro de Santa Cruz, parcialmente arrasado a mando do rei D. Manuel I, depois reformado no reinado de D. João III e desactivado com a reforma geral eclesiástica, empreendida por Joaquim António de Aguiar (o senhor representado na estátua do Largo da Portagem), que ditou a extinção de todas as casas religiosas no século XIX.

Já no século XX, foram demolidas algumas estruturas a norte e aberto o claustro da Manga, para permitir a abertura da avenida que hoje conhecemos e por onde um dia correu uma ribeira que nasce lá em cima, no Parque de Santa Cruz ou Jardim da Sereia. A ribeira fez funcionar moinhos, já desaparecidos, e hoje alimenta os lagos dos jardins desta rua larga que recebeu o nome do herói nacional do Liberalismo, Bernardo Sá Nogueira, defensor da abolição da escravatura em Portugal.

Nos últimos tempos, as medidas de restrição impostas pelo Governo para deter o avanço da pandemia de Covid-19 levaram ao encerramento temporários dos muitos estabelecimentos da zona que, de forma inédita, se viu vazia e abandonada ao canto dos passarinhos em vez do bater de copos de fino e cantorias. Ao mesmo tempo, as medidas de flexibilização da ocupação do espaço público da autarquia para apoiar o sector permitiram que, depois dos confinamentos, se alargassem e nascessem inúmeras novas esplanadas na zona.

Das mesas e cadeiras colocadas do lado de fora do estabelecimento, é possível apreciar alguns dos mais belos edifícios da cidade, que datam de finais do século XIX e início do século XX. Ao descer da avenida, saltam à vista outras pérolas, de diferente outro valor, como o Centro Comercial Avenida, construído no lugar do antigo Teatro-Circo do Príncipe Real inaugurado em 1892, e o Golden Shopping Center.

O jardim central, com pequenos lagos, árvores e monumentos, em tempos bastante frequentado por toda a comunidade, foi projectado em 1928 por Jacinto de Matos que o delimitou por plátanos e uma distribuição simétrica de canteiros em calçada portuguesa. Curiosamente, foi inaugurado em 1889 mas concluído apenas 40 anos depois, em 1929.

Monumento ao Soldado Desconhecido e Luís de Camões

É um de vários erguidos no país para assinalar a presença portuguesa e honrar a memória dos militares que faleceram na Batalha de La Lys. Em Coimbra, a iniciativa partiu de uma Comissão da Agência de Coimbra da Liga dos Combatentes da Grande Guerra, presidida pelo capitão Augusto dos Santos Conceição. O monumento foi inaugurado a 10 de junho de 1932 e é uma obra em calcário, da autoria de Luís Fernandes em parceria com o arquitecto António Varela. Mais à frente, um conjunto escultórico constituído por uma coluna, encimada por uma coroa de louros em bronze, assente sobre um pedestal com a estátua de um leão em bronze é o resultado de uma iniciativa de estudantes da Universidade de Coimbra, por ocasião das comemorações dos 300 anos da morte do poeta Luís Vaz de Camões. Foi inaugurada a 8 de Maio de 1881 noutro local e transferida para aqui em 2005, pela Câmara Municipal. É aqui que termina a avenida, junto à Escola Básica nº1, conhecida como Escola de Santa Cruz, projectada por Adães Bermudes.

Murphy´s Irish Pub 

Localizado na Rua Almeida Garrett 1, 3000-021, do lado de fora deste pub pode-se desfrutar do Jardim da Sereia. Lá dentro, a principal atracção é um eléctrico em tamanho real estacionado no 2.º andar. No cardápio há Francesinha, omelete, linguiças, batatas fritas, entre outras iguarias. Para beber, além das cervejas mais tradicionais, há artesanais e irlandesas e também servem gin, sangria, chope, vinho, entre outros. Podem pedir os pratos e as bebidas pelo UberEats, mas não há tanta variedade através da aplicação. 

Horário: 2ª a 6ª, das 12h às 22h15
Facebook | Instagram

Pizza Hut 

Fica no nº 30 da Praça República, com as mesas viradas para a mesma e a vista também inclui a linda entrada do Jardim da Sereia. Além das famosas pizzas, há lasanha e servem entradas, como pão de alho, batata, chicken nuggets, etc. Para beber, há refrigerante, sumo e cerveja. Embora esteja disponível no UberEats, no restaurante físico há mais opções.  

Horário: 2ª a 6ª, das 12h às 22h
Facebook | Instagram

Académico 

No 33 da Praça da República, já lhe gabámos as tostas, hambúrgueres, petiscos e sobremesas. Pode-se beber vinho, cerveja ou sangria e também está tudo disponível no UberEats. As mesas têm vista para a praça, bem no meio de toda a movimentação de pessoas e veículos.

Horário: 2ª a Sábado, das 11h30 às 22h30 (páram de servir as 22h, devido às restrições da pandemia)

Café Tropical 

É histórico, foi fundado em 1950 e ponto de encontro e de tertúlia desde a década da ditadura, passando pelo 25 de abril de 1974 até aos dias de hoje. Actualmente, na esplanada dá para sentar virado para a Praça da República ou Rua Alexandre Herculano porque o café fica na esquina e as mesas dobram a rua juntamente com ele. A movimentação é muito próxima com a do vizinho Académico e também tem aperitivos e lanches, além das bebidas. Quando há jogos de futebol, transmitem numa televisão.

Horário: 2ª a 6ª, das 10h às 22h30

Instagram

Cartola

Mesmo em plena Praça da República, fica mesmo no centro nevrálgico do movimento da zona. Também transmite jogos de futebol e serve porções de batata frita, por exemplo, além de uma variedade de bebidas com e sem álcool.

Horário: 2ª a 6ª, das 10h às 22h30

Facebook 

 

Liquidâmbar

Ganhou o nome das árvores que o resguardam à porta, no nº 28 da Praça da República. Serve tostadas, tostas e tapas (como chouriço, queijo e enchidos). Há saladas e crepes. Para beber, gin, cerveja, caipirinha, sangria, licores, vodkas, coktails, vinhos e sumos, refrigerantes e café. Tem um ambiente calmo e descontraído. As mesas, no interior, estão distribuídas por diferentes salas e tem uma esplanada e pequeno jardim interior onde há concertos gratuitos, sobretudo ao fim-de-semana.

Horário: 2ª a 6ª, das 16h às 22h

Facebook | Instagram

 

Café TAGV

Vendem sopa, torrada, tostas, sandes e croissant. Há batatas fritas e salgados também. Para beber, espumante, vinho, gin, whisky e licores. Podemos no sentar no interior do café ou na esplanada, no andar de cima, com vista privilegiada para a Praça da República e Avenida Sá da Bandeira. É uma opção calma que muitos procuram para estudar, por exemplo Tem wi-fi e costuma ter exposições patentes também.

Horário: 2ª a 6ª, das 14h às 22h

Facebook | Instagram

 

100 Montaditos 

O 114 da Avenida Sá da Bandeira é bastante concorrido. Além das mesas na entrada, há uma esplanada dentro do restaurante decorado com fotos antigas da cidade. Também tem televisão para os dias de bola. O menu inclui lanches e porções, além das bebidas (com e sem álcool). Há de carne, presunto, atum, bacon e algumas opções vegetarianas como queijo e guacamole, tortilha de batata e ovo. Vendem porções de batata frita, crocantes de queijo e nachos, tudo disponível no UberEats. Há lanches por apenas 1€ e porções por 2€ e das 16h até as 19h pode-se comprar 2 canecas de cerveja pelo preço de uma (1,50€).

Horário de funcionamento: todos os dias, das 12h as 22h30

Luna 

Fica próximo do Jardim da Sereia, no nº 28 da Praça da República, e da esplanada tanto podem apreciar o largo como o Parque de Santa Cruz porque as mesas ocupam numa grande área do passeio. Há refeições, petiscos e bebidas e está tudo disponível no UberEats. Vendem hambúrgueres, tanto de carne como vegetariano (embora só tenham uma opção vegan) e há também cachorros e pratos de comida (de frango e carne).

Horário: 2ª a 6ª, das 8h às 22h30 

Mr. Pizza 

Agora com mesas em plena Praça da República, separada dos outros cafés por separadores devido à pandemia de Covid-19, o nº 25 vende pizzas e pão de alho, além das bebidas. Há uma opção que inclui duas fatias de pizza (de fiambre, chouriço ou vegetariana, normalmente) por 2€. Podemos comprar pelo UberEats, mas essa promoção de duas fatias por 2€ só encontramos na loja física.

Horário: 2ª a 6ª, das 10h30 as 22h15

What`s Up Doc Bar 

É um bar e serve uma variedade de bebidas, da cerveja aos shots, passando pelas não alcoólicas e outras. Tem mesas em frente ao espaço e na Praça da República, perfeito para sentir o movimento local porque que é uma das áreas mais agitadas da avenida – mas a distância entre as mesas cumpre os requisitos de segurança sanitária. Lá dentro há música a tocar e a decoração em tons de azul cria um ambiente confortável e divertido.

Horário: 2ª a 6ª, das 10h às 22h30 (pára de vender bebidas alcoólicas às 22h) 

Mandarim 

É um bar mas também vende petiscos, além das bebidas com e sem álcool. Tem esplanada em frente e em plena Praça da República, com televisão onde costumam transmitir jogos de futebol. 

Horário: 2ª a 6ª, das 10h às 22h 

Domino`s Pizza 

No nº 21 da Avenida Sá da Bandeira, esta pizzaria tem esplanada com vista privilegiada para o arvoredo do Jardim da Avenida Sá da Bandeira e permite take away. Têm uma aplicação própria para fazer as encomendas com valor mínimo de 7,50€. 

Horário: Domingo à 5ª das 12h às 24h e de 6ª a Sábado encerra às 23h

Japonês FU89

As mesas deste restaurante japonês, de que já falámos,  ficam mesmo no passeio da Avenida Sá da Bandeira, com vista para o Jardim da Avenida. O nº 89 da Avenida tem opção de rodízio e a la carte, e está disponível no UberEats.

Horário: 12h às 15h e das 19h às 23h. 

Facebook | Instagram

Restaurante Americano (Brunn’s Diner by Flashback)

Decorado ao estilo americano old school, com referências a Marilyn Monroe, partes de carros antigos, bombas de gasolina de época e bancos que nos fazem sentir numa antiga série norte-americana, este restaurante no nº 91 da Avenida também tem esplanada no passeio e no jardim. Fica mesmo junto ao Monumento aos Mortos da Grande Guerra. No menu há uma grande variedade de hambúrgueres, inclusive vegan, e também wraps, milkshakes e sundaes.

Horário: 2ª a 6ª, das 11h às 22h30

Facebook | Instagram

Texto: Fernada Paçó com Filipa Queiroz
Fotos: Coolectiva

Deixa-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Rafael Vieira
11.05.2021

de fôlego! obrigado

Manuela Carvalhal
14.05.2021

Muito agradecida por todas estas informações de carácter prático, referentes à ” vida” de Coimbra!

Wilma Baez
05.06.2021

Maravilhoso i local é muito bonito e aconchegante