Estas instituições aceitam doações e voluntariado para ajudar quem precisa em Coimbra

Há múltiplas instituições de apoio diário a pessoas com dificuldades económicas e sociais em Coimbra. O cuidado prestado tem uma abordagem paliativa no melhoramento na qualidade de vida das pessoas carenciadas, por isso não será a solução para o maior problema mas ajuda.

A pandemia de covid-19 não só impossibilitou uma resposta adequada e personalizada para cada situação de famílias e pessoas em situação de sem abrigo ou com graves carências económicas, como agravou as dificuldades já sentidas por isso é importante o apelo à doação e voluntariado. Como podemos todos ajudar? Temos 3 sugestões. 

Cáritas Diocesana de Coimbra

Prestando apoio social e serviços e servindo as comunidades de 5 distritos da região Centro, nos âmbitos social, saúde, educação e pastoral, a Cáritas Diocesana de Coimbra é uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) e organização não governamental (ONG). Um dos seus equipamentos, o Centro Comunitário de Inserção, em funcionamento na Baixa de Coimbra, tentou encontrar soluções criativas para colmatar as necessidades das famílias que a ele recorreram para pedir apoio durante a pandemia. Em Março de 2020, começaram a fazer máscaras de pano para os colaboradores e, entretanto, surgiu a ideia de criar a Máscara Solidária que consistia na venda de máscaras feitas pelo atelier de costura, como forma de angariação de fundos para a compra de alimentação para complementar cabazes. Também tem um projecto de acolhimento de famílias que, fundamentalmente, sugere a uma família acolhedora que apoie uma família acolhida.

O apoio é alimentar, ou seja, a família acolhedora compra bens alimentares e produtos higiene com bases nas necessidades da família. O apoio pode ser feito pontual, semanal ou mensal. O Somos Família, conseguiu durante a pandemia apoiar 48 famílias, mais precisamente 64 crianças e 133 adultos. Até à pandemia, a recolha de bens alimentares era feita directamente a partir dos supermercados mas, neste momento, as pessoas entregam directamente numa das sedes da organização.

Como os pedidos de ajuda aumentaram, e não é possível fazer campanhas de recolha nos espaços habituais, a instituição apela à doação de bens alimentares (enlatados, frescos, mercearia, leite, condimentos, papas) e produtos de higiene pessoal (gel de banho, sabonete, giletes, pensos higiénicos, pasta de dentes).

CONTACTOS:  

Site | caritas@caritascoimbra.pt

CASA

O Centro de Apoio ao Sem-Abrigo, no Pátio da Inquisição, é uma instituição de referência no concelho. Apoia diariamente cerca de 10 a 15 utentes, principalmente a nível alimentar. Com o aumento de pedidos de ajuda, e uma vez que o último mercado feito para angariação de bens alimentares foi em Outubro, a organização sente dificuldade em dar resposta. Helena Igreja, coordenadora do centro, afirma que a principal necessidade é a alimentação, visto que cada vez mais pessoas pedem ajuda e as prateleiras começam a ficar vazias. Também produtos de higiene e vestuário, nomeadamente calças e calçado de homem, brinquedos e roupa para crianças com 5-6 anos.

Uma vez que o mais recente projeto do CASA é um conjunto de apartamentos partilhados para reinserção social, apelam à doação de mobília, loiças, tachos e pratos. Com 70 famílias sinalizadas e 30 pessoas em situação de sem-abrigo, o CASA procura voluntários. O processo de voluntariado inicia-se com a inscrição no site, posteriormente são chamados para entrevista e de seguida uma pequena formação para preparação. 

Depois destes passos, os voluntários são distribuídos por equipas.

CONTACTOS:

Helena Igreja: helena.igreja@casa-apoioaosemabrigo.org, 966855369 ou através do email coimbra@casa-apoioaosemabrigo.org

Integrar

A Associação Integrar é também já conhecida na cidade pelos cuidados prestados diariamente aos utentes. Tendo em conta o contexto pandémico, a associação foi forçada a traçar novos projectos e novas formas de angariação de donativos. Anteriormente à pandemia, eram realizadas campanhas de angariação de bens alimentares em supermercados, actualmente podem ser entregues diversos tipos bens directamente nos espaços da associação, sendo que as necessidades são roupa interior de homem e mulher, bens alimentares, roupa de criança, brinquedos, livros, produtos de higiene pessoal e caixas para take away. Quando a quantidade justifica, a associação dirige-se ao ponto de recolha e aceita voluntários para a equipa de rua e cozinha. A inscrição pode ser feita online.

CONTACTOS:

Site | Facebook

Texto: Francisca dos Reis
Fotos: Maude Frédérique Lavoi/Unsplash, CASA, Integrar 

Deixa-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.