Em Abril de 2020, mais de meia centena de livrarias independentes de todo o país uniram-se para criar uma rede de cooperação, com o objectivo de conjugar esforços para enfrentar a crise no sector, agravada pelas condições criadas pela Covid-19. Sofia Correia é associada fundadora da RELI – Rede de Livrarias Independentes, que muita tinta tem feito correr na comunicação social e reunido com o Governo sobre o assunto. Estamos a fazer barulho para que pelo menos no próximo Estado de Emergência isto possa ser alterado e o livro considerado um bem essencial, diz Sofia Correia. No fundo, tenho um grande receio que é o de que todas as livrarias fechem. A minha mãe relembra-me que Coimbra, por exemplo, costumava ter muitas livrarias e agora contam-se pelos dedos, e sem livrarias acaba a bibliodiversidade porque vão ser vendidos sempre os mesmo livros das mesmas editoras.