A Coolectiva recebeu uma doação de uma instituição da cidade

Desde que a pandemia começou, no início de 2020, que o Seminário Maior de Coimbra, de que já falámos aqui, escolhe mensalmente uma causa para a qual direccionar o ofertório da Missa Dominical. No último mês do longo ano que acabou, assombrado pela Covid-19 e todas as  suas consequências um pouco por todo o mundo, a instituição centenária decidiu não só fazer o ofertório como um belíssimo Concerto Solidário e dar um mimo de Reis a 18 pessoas/famílias e 2 projectos afectados directamente pela pandemia.

Para grande surpresa desta redacção, um desses projectos eleitos foi a Coolectiva. Incluímos a Revista Digital Coolectiva porque queremos reconhecer o vosso trabalho e porque imaginamos que este ano tenha sido particularmente difícil, explicou Padre Nuno Santos, reitor da instituição. 

A Coolectiva junta assim a generosa dádiva, no valor de 200€, aos contributos dos 20 patronos que mensalmente apoiam o trabalho desta publicação independente, como André Namora, Ricardo Madeira, Ana Marques, Isabel Poiares, Cristina Rufino, Monica Del Vecchio, Rita Pereira, Mariana Araújo, Rita Alcaire, Francesco Navarrini, António Larguesa e Filipe Albuquerque. 

Apesar das circunstâncias, a equipa da Coolectiva não só mantém o entusiasmo e ritmo de trabalho, como continua a ser de acesso totalmente gratuito. Artigos diários divulgados nas redes sociais Facebook, Instagram, Twitter e uma Newsletter semanal, novas rubricas a envolver a comunidade e uma Agenda actualizada. Também temos uma montra de Pessoas que trabalham na região. Explicamos aqui como funciona o Patreon, que não é apenas uma valorização daquilo que fazemos como uma fonte de inspiração e resiliência para toda a equipa assente, como diz o Padre Nuno: na esperança dos pequenos gestos.

Concerto Solidário 

No vídeo, podem ver a gravação do concerto que foi uma iniciativa do Coro da Comunidade das 11 do Seminário Maior de Coimbra, que vale tanto a pena visitar, caso ainda não conheçam, e que também tem apostado numa boa agenda cultural aberta ao público que podem acompanhar no site, nas redes sociais e na nossa Agenda.

Texto e foto: Filipa Queiroz