Até Junho dão a volta à Europa em dezenas de espectáculos em Coimbra

Guitarrada flamenca, cinema estónio, fado, chanson française, sonoridades romenas, composições austríacas - até ao Verão a programação do Convento São Francisco vai ser feita de pedacinhos de toda a Europa. Arranca dia 17 de Janeiro o Semestre Europeu - A Europa em Coimbra 2021, organizado pela Câmara Municipal de Coimbra para celebrar a multiplicidade das culturas dos países que integram a União Europeia (UE). Na apresentação oficial do programa, a organização explicou que a ideia terá sido atirada à autarquia pelo Grupo de Trabalho da Candidatura de Coimbra a Capital Europeia da Cultura 2027, ainda antes da pandemia. Foi entretanto desenvolvida e inevitavelmente afectada pelos constrangimentos provocados pela crise sanitária, mas numa feliz coincidência acaba por acontecer ao mesmo tempo que Portugal assume a Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia.

Mantendo a apologia à cultura segura, que tanto tem defendido desde o aparecimento da Covid-19, a Câmara Municipal de Coimbra convidou artistas de fora e desafiou artistas nacionais a interpretarem um autor de outro país da UE ou a trabalhar temas transversais à actualidade europeia. A ideia essencial é mostrar a Portugal e à Europa a vitalidade cultural da cidade de Coimbra e o talento que a nossa cidade acolhe e reproduz, antecipando a Capital Europeia da Cultura que Coimbra está a trabalhar para ser em 2027, afirmou a vereadora com o pelouro da Cultura, Carina Gomes. 

O objectivo é evidenciar que em Coimbra fazem-se as coisas e assumem-se riscos, com consciência mas sem medo, completou Manuel Machado. Estamos a fazer isto por dever patriótico, por dever de cultura, tornando público que somos capazes de congregar energias para vencer a pandemia e não nos deixamos intimidar, rematou o presidente da Câmara Municipal de Coimbra, citando a Trova do Vento que Passa, de Manuel Alegre.

Já o coordenador do Grupo de Trabalho da candidatura de Coimbra a Capital Europeia da Cultura 2027, Luís de Matos, arriscou mesmo que Coimbra será a capital cultural da Europa durante os próximos 6 meses num convite permanente e inequívoco a que Portugal inteiro passe ao longo deste meio ano por Coimbra, porque aqui vai passar cultura de todos os Estados Membros.

Repensados a adaptados às circunstâncias e contando com a colaboração dos próprios artistas, a organização contou com o apoio de quase duas dezenas de embaixadas europeias para construir este Semestre Europeu. Há teatro, cinema, oficinas, música, concertos encenados, dança, concertos para bebés e exposições para ver até Junho de 2021 no Convento São Francisco. Encontram tudo o que está previsto até Março na nossa Agenda e, segundo a autarquia, o resto será divulgado atempadamente estando sempre dependente da evolução da pandemia

Pitou - 100 Anos Amália

O espectáculo de abertura da programação cultural dedicada à União Europeia, no Convento São Francisco, foi especialmente concebido para a última edição do festival Correntes de Um Só Rio e agora é reposto em versão filmada e transmitida online, com realização de António Ferreira. Dia 17 de Janeiro, podem assistir a partir de casa ao espectáculo que celebra o encontro da fadista Amália Rodrigues com o compositor francês Alain Oulman. A direcção musical é de Bernardo Moreira e a interpretação de inúmeros artistas locais, entre eles Tiago Curado de Almeida, Pedro Lopes, Luís Pedro Madeira, Alexandre Barros, Catarina Moura, Clara Carvalho e António Bollano. 

Onde? Online
Quanto custa? 18h

Café Curto

A iniciativa da produtora Blue House com showcases de sobretudo jovens artistas ou novos projectos com forte ligação a Coimbra continua, mas associada ao Semestre Europeu. Os 11 músicos/bandas são desafiados a integrar no repertório temas originários de outros países da União Europeia.

É de 19 de Janeiro a 30 de Março, às terças-feiras pelas 19h no Café-Concerto do Convento São Francisco, com entrada gratuita. 

Concertos para Bebés

A Musicalmente também adaptou o repertório a outras paragens. Dia 10 de Janeiro a proposta é Um Passeio na República Checa (10h e 11h30) através da música de Antonín Dvorak, Leos Janácek e Karel Husa. É na Antiga Igreja do Convento São Francisco.

Dia 14 de Fevereiro, é a vez de Bebés Embalados por Nocturnos de Chopin (10h e 11h30) na Antiga Igreja do Convento São Francisco. 

A Festa dos Bebés em Ritmo Klezmer chega dia 14 de Março (10h e 11h30) ao Palco Grande do Auditório do Convento São Francisco, trazidas directamente de Bucareste pela mão de autores como George Enescu e da música tradicional Klezmer.

Quanto custa? 8€ por família/espectáculo

Fake!

Espectáculo que cruza teatro e cinema gravita em torno da figura de uma famosa escritora de romances policiais, autora de Como Assassinar O Seu Marido, detida e acusada da misteriosa morte do seu próprio cônjuge. A companhia Formiga Atómica explora as tensões entre a verdade e a mentira, informação e desinformação, crenças individuais, coletivas e a nossa propensão para acreditar nos preconceitos que carregamos. A encenação é de Miguel Fragata e no elenco estão Anabela Almeida, Carla Galvão, Duarte Guimarães, João Nunes Monteiro e Beatriz Batarda e Sandra Faleiro. Está indicado para maiores de 16 anos. 
 

Quanto custa? 5 a 8€ 

* Há actividades paralelas: uma oficina, documentários e uma conferência;

Viena, Musa Aeternam 

No decorrer dos últimos quatro séculos, Viena foi ponto de encontro, aprendizagem ou casa para várias personalidades marcantes da história da humanidade. Compositores como Haydn, Mozart, Beethoven, Schubert, a célebre família Strauss ou Mahler - mas também outros artistas tais como Klimt, Schiele, Undertwasser ou o celebríssimo Freud - encantaram-se pelo progressismo da sua sociedade, optando por procurar fortuna e fama pelo centro cultural e cosmopolita em que Viena se tornou durante os reinos da longa dinastia dos Habsburgos. A Orquestra Clássica do Centro interpreta Mozart e Beethoven com Adriano Jordão no dia 30 de Janeiro às 19h

Quanto custa? 8 a 10€, disponível aqui

Gulliver

Um dos viajantes mais conhecidos da história do romance do século XVIII, as aventuras de Gulliver colocam-no na posição de um navegador anti-herói, que encontra habitantes minúsculos com nomes estranhos. Dia 6 de Fevereiro às 16h, Tiago Cadete veste a pele do aventureiro mas como uma espécie de VJ que usa o grande arquivo de imagens encontradas na internet sobre as interpretações de As Viagens de Gulliver, e surge-nos como uma inteligência artificial que vem do futuro e que utiliza os meios digitais para contar a sua história e aceder criativamente à memória coletiva. 

Quanto custa? 4 a 8€

Salvador Sobral canta Brel

Este ano podem celebrar o Dia dos Namorados ao som da chanson française pela voz de Salvador Sobral, no Convento São Francisco. Dia 14 de Fevereiro, o músico interpreta o cantor e compositor belga Jacques Brel, acompanhado por Nelson Cascais , Samuel Lercher, André Santos, Inês Vaz Diogo Duque e Ana Serrão. 

Onde? Grande Auditório
Quanto custa? 10 a 15€

A Hora cigana: Ode à Música Romena 

Concerto dedicado à música tradicional e clássica romena, uma autêntica viagem pelo tempo e espaço que promete transportar os ouvintes para as montanhas da Transilvânia, onde o som misterioso e energético da música tradicional cigana serão trazidos pelo violino, piano e violoncelo de Pirlea Ioan Octavian, Tiago Anjinho e Jiali Wang, três jovens músicos premiados em várias competições nacionais e internacionais como solistas que se lançam agora na vertente de música de câmara com o Subito Trio. É dia 20 de Fevereiro às 19h.

Onde? Antiga Igreja
Quanto custa? 6 a 8€

Anna and Erki Pärnoja DUO

Dia 24 de Fevereiro, pelas 19h, é a vez de Anna Kaneelina e Erki Pärnoja, vencedores de vários prémios nos Estonian Music Awards mostrarem o que valem em formato um duo. Uma viagem ao seu mundo interior através de paisagens vocais e sonoras.

Onde? Antiga Igreja
Quanto custa? 6 a 8€

Lulavai

Lorena, Paula, Josefa e Elena são um quarteto feminino da Galiza onde o protagonismo das harpas e o som doce das vozes dão vida a um estilo próprio e único. Interpretam temas tradicionais galegos e composições originais e já passaram por muitos palcos, desde a Galiza até ao País Basco, Portugal e França. Podem vê-las no Convento São Francisco no dia 27 de Fevereiro, às 19h.

Onde? Antiga Igreja
Quanto custa? 6€ a 8€, disponíveis aqui

Ri-te como Jacques! 

Partindo da celebração dos 200 anos do nascimento do compositor francês Jacques Offenbach, a Plateia Protagonista e o trio À la Joie! prestam homenagem a um dos grandes vultos da ópera cómica. No concerto encenado é proposto ao público o desafio de viajar pela música como Offenbach viajou pela vida: a rir, rindo-se de si mesmo, rindo-se dos e com os outros.
 
Onde? Antiga Igreja
Quanto custa?
3€ a 5€, disponíveis aqui

Soy Flamenco

Solista de máxima relevância no flamenco, Tomatito, a quem a personalidade carismática e contínuo compromisso com o desenvolvimento do flamenco no mundo inteiro terá permitido o reconhecimento à escala global não só na música mas também no  cinema e teatro, abre a Primavera no Convento São Francisco, dia 20 de Março, às 20h30. Nesta apresentação reúne um grupo de músicos de excelência que partilham a essência da cultura cigana.

Onde? Grande Auditório
Quanto custa? 16€ a 20€

Drama

A criação de Victor Hugo Pontes parte de Seis Personagens à Procura de Um Autor (1921) e dá continuidade à sua pesquisa em torno das fronteiras que separam (ou não) o teatro e a dança, a palavra e o movimento. Drama recria cena a cena a peça seminal do dramaturgo, poeta e romancista italiano Luigi Pirandello, levando mais longe as questões acerca do próprio acto criativo: Até que ponto é possível coreografar um clássico da dramaturgia? Que tipo de objecto resulta? Que interpretações são suscitadas? 

Onde? Grande Auditório
Quanto custa? 5€ a 8€

Mostra e Oficina de Cinema de Animação para Crianças 

A oficina é na manhã do dia 27 de Fevereiro, das 9h30 às 13h30. Desde inventar as histórias a gravar com uma câmara ou tablet, passando pela preparação dos fundos e personagens. A mostra é na mesma tarde de 27 de Fevereiro às 16h e celebra os 100 anos de relações diplomáticas entre Portugal e a Estónia, com duas sessões de curtas-metragens de cinema de animação estónio. 

Onde? Black Box
Quanto custa? 3€ (oficina), 2€ a 5€ (mostra)

Encontram o programa completo na página oficial do Convento São Francisco. Alguns bilhetes já estão estão disponíveis para compra online ou na bilheteira. Coimbra recebe duas reuniões da Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia, uma delas em Maio no Convento São Francisco dedicada ao tema do Estado de Direito

Texto: Filipa Queiroz
Fotos: TomatitoOficial, Blue House, Concertos para Bebés, Youtube, oficiais