Há estadias nas Aldeias do Xisto a metade do preço

Agora que acabou o Verão e já estamos a pensar nas mantas e no chá quente nas mãos, por que não pensar numa ida ao Interior do país e explorar as nossas incríveis Aldeias do Xisto? Agora a rede faz parte da página Visita Portugal e está neste momento com uma campanha promocional que inclui descontos que podem chegar aos 50% em estadias longas. A campanha é uma iniciativa do Governo para estimular a procura interna, especialmente em época baixa, e criar hábitos de consumo de turismo. Com 32 parceiros distribuídos por 15 municípios, 4 Hotéis e 60 Casas, a oferta total é superior a 240 quartos. Via Bookinxisto, os parceiros aderentes, juntamente com o Turismo de Portugal, garantem um desconto de 30% para estadias curtas (até 2 noites) e de 50% para estadias longas (3 ou mais noites) para quem fizer resercas até ao dia 15 de Dezembro. 

Não é preciso dizer que viajar e conhecer novas paisagens, pessoas ou revisitar lugares que ficaram na memória e fizeram felizes é uma das melhores formas de descontrair e deixar o quotidiano em suspenso por uns dias e nas Aldeias do Xisto todas as estações têm o seu encanto. Rui Simão, diretor executivo da ADXTUR – Agência para o Desenvolvimento das Aldeias do Xisto, até diz mais: com esta campanha, as Aldeias do Xisto estão do lado da recuperação do País, convidando à comunhão com a natureza e o contacto responsável com as comunidades locais e a sua cultura. Além de nos proporcionar breves fugas ao quotidiano, o turismo contribui também para nos fazer felizes e para unir diferentes visões do mundo, transformando-se assim na ponte entre ancestralidade e modernidade que serve de esboço aos desafios das comunidades do futuro. 

A Rede das Aldeias do Xisto é um projecto de desenvolvimento sustentável, de âmbito regional, liderado pela ADXTUR – Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto, em parceria com 20 municípios da Região Centro e com mais de 100 operadores privados, com o apoio do Centro 2020. A ADXTUR congrega as vontades públicas e privadas de uma região, que se reveem na gestão partilhada de uma marca, na promoção conjunta de um território, na criação de riqueza através da oferta de serviços turísticos e, finalmente, na preservação da cultura e do património do mundo rural beirão.

Deixa-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.