Vêm aí petiscos com cerveja artesanal e passeios com história

Trazemos uma daquelas propostas irrecusáveis: passear pela zona histórica da Baixa e Alta de Coimbra, conhecer espaços novos da cidade e revisitar outros locais bem conhecidos, petiscar comida variada e acompanhar com cerveja artesanal da região.

Falamos da iniciativa Caminhos da Cerveja - Cervejar, Petiscar e Passear que se vai realizar em dois fins-de-semana, de quinta a Sábado, entre os dias 10 e 12 e, mais tarde, entre os dias 24 e 26 de Setembro de 2020, a partir das 16h e até às 23h.

Trazemos uma daquelas propostas irrecusáveis: passear pela zona histórica da Baixa e Alta de Coimbra, conhecer espaços novos da cidade e revisitar outros locais bem conhecidos, petiscar comida variada e acompanhar com cerveja artesanal da região.

Falamos da iniciativa Caminhos da Cerveja - Cervejar, Petiscar e Passear que se vai realizar em dois fins-de-semana, de quinta a Sábado, entre os dias 10 e 12 e, mais tarde, entre os dias 24 e 26 de Setembro de 2020, a partir das 16h e até às 23h.

Trazemos uma daquelas propostas irrecusáveis: passear pela zona histórica da Baixa e Alta de Coimbra, conhecer espaços novos da cidade e revisitar outros locais bem conhecidos, petiscar comida variada e acompanhar com cerveja artesanal da região.

Falamos da iniciativa Caminhos da Cerveja - Cervejar, Petiscar e Passear que se vai realizar em dois fins-de-semana, de quinta a Sábado, entre os dias 10 e 12 e, mais tarde, entre os dias 24 e 26 de Setembro de 2020, a partir das 16h e até às 23h.

Organizado pela Agência para a Promoção da Baixa de Coimbra (APBC), em parceria com a Brew! e a Associação Portuguesa do Património Cervejeiro, o desafio é simples: cerca de 26 espaços aderentes (cafés, pastelarias, bares e restaurantes), sobretudo na Baixa de Coimbra mas também na Alta da cidade, prepararam um petisco que é servido com uma cerveja artesanal da região. Cada combinação de petisco e cerveja tem um custo de 4€ e podem fazer a compra directamente em cada um dos locais de consumo.

Caminhos da cerveja

Vejam abaixo os detalhes de cada espaço participante, nomeadamente o petisco que será apresentado e a cerveja escolhida para o acompanhar.

Assim, os estômagos que se preparem para um possível banquete: perdiz escabechada, bifanas no pão, cogumelos recheados, bruschettas de anchovas, caracóis, huevos revueltos, cubinhos de queijo aromatizados, bolinhas de alheira, tostas de petinga, chocos fritos, tapas de atum curado, tapas serranas, tostas de queijo e presunto, tibornas, pipis de frango, moelinhas, croquetes de bacalhau, folar salgado, bruschetta vehan, queijo da serra, espetadinha de moelas, misto de enchidos, peixinhos fritos, preguinho de chanfana, pimentos padrón, giozzas e rolinhos primavera.

Para molhar o bico, há Xarlie, Praxis, Cinco Chagas, Topázio, Epicura, Açor, Onyx, Táboa e Beira Alva.

Notem ainda que cada local faz a adesão a este evento em horários distintos, assegurando que tenham sempre onde petiscar e beber entre as 16h e as 20h.

Passeios guiados

O evento conta ainda com a realização de passeios guiados pela história de Coimbra, dinamizados pela Casas Contadas: o Caminho da Canção e o Caminho de Santiago. São percursos temáticos com uma duração aproximada de 1h30 que se repetem nos dias de realização dos Caminhos da Cerveja.

Tendo a Canção ou Santiago por mote, os participantes irão passear à descoberta de algumas das histórias que a Alta e a Baixa de Coimbra têm para partilhar. Pelo caminho, serão feitos pequenos registos e será criado uma espécie de diário de visita. A ideia é que se cruzem o passado e presente, História e histórias, saberes e sabores, com o olhar e curiosidade de um viajante que acaba de chegar a Coimbra.

A experiência conta ainda com uma paragem num dos locais associados aos Caminhos da Cerveja, para que a viagem pelo Património também seja gustativa: uma cerveja artesanal e um petisco, enquanto se escreve mais uma página na história da cidade.

Uma vez que o número máximo de pessoas por Caminho é limitado (a 10 lugares), é importante fazer inscrição (por telefone, para o 965727439). Cada passeio custa 12€ (valor pago no ponto de encontro) e inclui a visita guiada, petisco e cerveja e ainda material gráfico. É obrigatório o uso de máscara e recomenda-se a utilização de um chapéu e calçado confortável.

Artigo Patrocinado

Deixa-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.