Podem aderir ao rastreio virtual de Covid-19

O Governo português desenvolveu uma ferramenta complementar para conter a expansão da pandemia de Covid-19 e lançou uma aplicação (app) voluntária, gratuita e anónima. Falamos da app Stay Away Covidque pretende identificar potenciais exposições a pessoas infectadas com Covid-19 e que já está disponível para download em iOS e Android.

De forma simples, a página inicial muda de cor: vemos a cor verde quando não foram registados quaisquer contactos de proximidade com elevado risco de contágio; vemos a cor amarela se tivermos estado a menos de 2 metros e durante cerca de 15 minutos com uma pessoa portadora da doença.

Como funciona a app StayAway Covid?

O funcionamento é simples: cada utilizador que tenha testado positivo pode inserir o código do teste na app. Depois da validação da Direção-Geral da Saúde (DGS), a aplicação irá alertar outros utilizadores que tenham estado próximos do utilizador infectado – durante 15 minutos ou mais -, sempre sem revelar a sua identidade, os seus contactos ou os de outros utilizadores.

Quando não há registo de contactos de proximidade com elevado risco de contágio, a página inicial da app apresenta uma cor verde que mudará para o estado amarelo sempre que o utilizador tenha estado próximo de alguém a quem foi diagnosticada Covid-19.

A StayAway Covid mostra um alerta se recentemente tiverem estado muito perto de alguém diagnosticado com Covid-19. Assim, podemos avaliar o risco de infecção e tomar decisões em relação à nossa saúde e à das pessoas com quem vivemos e convivemos.

Precisamos desta aplicação para deteção de potenciais exposições a pessoa com COVID-19?

Não há ainda uma experiência consolidada com este tipo de aplicações e não existe uma resposta definitiva a esta questão. As decisões políticas tomadas na grande maioria dos países europeus vão no sentido de adoptar este tipo de aplicações, tendo em conta os potenciais benefícios no controlo da pandemia.

Em Portugal, o Governo decidiu adoptar uma solução de rastreio digital da COVID-19 que respeita os princípios de utilização voluntária, protecção da privacidade individual e sem recolha de informação pessoal por parte das entidades que gerem o sistema. Qualquer pessoa pode utilizar esta aplicação mas a página oficial da StayAway Covid relembra que a contribuição anónima na luta contra a propagação deste vírus é valiosa para todos nós.

DECO e a protecção de dados pessoais

Numa nota publicada na página oficial, a DECO – Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor entende que as autoridades portuguesas não recolhem informação de saúde dos utilizadores mas a Google e a Apple, que asseguram o sistema de notificações, mantêm parte do código fechado, pelo que não sabemos o que fazem com a informação. Assim, a associação tem reservas em relação à instalação da aplicação e entende que a decisão está do lado do consumidor, reforçando o carácter voluntário da sua utilização.

Texto: Joana Pires Araújo
Fotos: Stay Away Covid e banco de imagens

Deixa-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.