Destaques da última semana de Julho

O Verão segue a todo o vapor, com as temperaturas altas habituais que tanto nos fazem correr para uma praia como nos seduzem a programas fora de casa para aproveitar as noites quentes.

Fechamos o mês de Julho com chave de ouro: cinema ao ar livre, um festival de artes performativas, exposições fabulosas e actividades a pensar nos mais novos. Se estão com um pé no ar para as férias, até já; se já estão a regressar, olá de novo.

Cinema: Eternal Forest

Evgenia Emets produziu o filme Eternal Forest, fruto da sua residência artística na Raizvanguarda, tendo como ponto de partida entrevistas feitas à comunidade de Góis e Arganil, região que sofreu incêndios gravíssimos em Outubro de 2017. Com a colaboração de Fernando Antunes Amaral, a artista convida a comunidade a entrar na floresta, a escutar e ouvir a sua voz e a contar as suas próprias histórias da floresta. Evento organizado pela Casa da Esquina.

Quando? Terça (28 Julho), 21h30
Onde? Jardim da Casa da Esquina
Quanto? Entrada gratuita mas inscrição obrigatória

Cinema ao Ar Livre

Não há Verão sem cinema ao ar livre organizado pelo Fila K Cineclube. A edição deste ano tem algumas alterações importantes: os lugares de ingresso são limitados e precisam de ser reservados por telefone (239 801 160). Julho é o mês dedicado à Comédia e na próxima sessão contamos com a exibição de O Pecado Mora ao Lado, de Billy Wilder. Em Agosto serão exibidos Clássicos do Cinema.

Quando? Terça (28 Julho), 21h40 (e todas as terças-feiras dos meses de Verão)
Onde? Jardim do Mosteiro de Santa Clara-a-Velha
Quanto? 2€/não sócios e 1€/sócios

Citemor

O programa do festival Citemor está longe de ter chegado ao fim e há muito que ainda podem aproveitar deste que é um marco no panorama dos espectáculos de artes performativas nacionais:

31 Jul, 22h30 | Conversas fictícias com Ignasi Duarte e Gonçalo M. Tavares, no Castelo de Montemor-o-Velho
1 Ago, 22h30 | Óscar Cornago e Juan Navarro apresentam Se Alquila, no Castelo de Montemor-o-Velho
7 Ago, 22h30 | Miguel Pereira e Guillem Mont de Palol apresentam Falsos Amigos, no Castelo de Montemor-o-Velho
8 Ago, 21h30 | Orquestina de Pigmeos apresenta Mondego, no Núcleo Museológico do Sal (Figueira da Foz)

Exposições Prémio Estação Imagem 2020

O Prémio Estação Imagem 2020 Coimbra arrancou a 5 de Julho, com a inauguração de 8 exposições, todas de entrada gratuita. É uma oportunidade única para observar trabalhos do melhor do fotojornalismo mundial.

Na Terra | Trabalho sobre as comunidades e eco-aldeias de estrangeiros e portugueses que repovoam o interior desertificado da região de Coimbra, de Ana Brígida, vencedora da Bolsa Estação Imagem 2019. No Museu Municipal de Coimbra, até 9 Agosto.

Rusgas às Favelas | Exposição sobre as investidas da polícia e do exército brasileiros às favelas do Rio de janeiro pelo mais antigo repórter de guerra em exercício, Patrick Chauvel. No Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, até 16 Agosto.

Fim Do Califado | Reportagem feita por Ivor Prickett exclusivamente para o The New York Times e que documenta a luta para derrotar o ISIS no Iraque e na Síria entre de 2016 e 2019. Trabalho vencedor do World Press Photo 2018, na categoria General News Stories e nomeado para finalista do prémio Pulitzer, este trabalho foi publicado em livro pela prestigiada editora Steidl, em Junho 2019. Na Galeria Pedro Olayo Filho do Convento São Francisco, até 6 Setembro.

SOS Clima | Exposição sobre a urgência ambiental e os efeitos das alterações climáticas, numa iniciativa que reúne trabalhos de 5 agências internacionais: Agence France-Presse, The Associated Press, European Pressphoto Agency, Getty Images e Reuters. Na Sala da Cidade (Paços do Município), até 26 Setembro.

Hong Kong: A luta pela liberdade | Trabalho sobre os protestos contra a lei da extradição para a China, de Felipe Dana, fotojornalista da The Associated Press. Na Casa Municipal da Cultura de Coimbra, até 26 Setembro.

Guardiões da Vida Selvagem | Mostra sobre a luta dos guardas florestais dos parques naturais em África contra a caça ilegal de espécies protegidas e em vias de extinção, de Brent Stirton. Na Casa Municipal da Cultura de Coimbra, até 26 Setembro.

A Caravana | Trabalho sobre as migrações da América Central para os Estados Unidos, de Guillermo Arias (fotógrafo vencedor do Visa d’or 2019). No Centro Cultural Penedo da Saudade, até 27 Setembro.

Chamam-nos Para Casa | Projecto sobre a ideologia do patriotismo através de uma abordagem sobre a militarização de jovens nos EUA e na Rússia, é uma reportagem vencedora do World Press Photo 2019, na categoria projectos de Longa Duração. No Centro Cultural Penedo da Saudade, até 27 Setembro.

Casa das Artes Bissaya Barreto

Um dos relvados mais simpáticos da cidade de Coimbra continua a transformar-se num espaço de dança e boa disposição para descontrair da semana de trabalho todas as Sextas com as Matinées, a partir das 18h, com entrada livre. Dia 1 e 8 de Agosto, o mesmo espaço acolhe concertos integrados na programação do Jazz 2020 da Fundação Calouste Gulbenkian, em parceria com o Jazz ao Centro Clube. Luís Vicente (trompete) com Hugo Antunes (contrabaixo) e Pedro Melo Alves (bateria) e os TGB III – Tuba, Guitarra e Bateria, com Sérgio Carolino, Mário Delgado e Alexandre Frazão. 

Quando? Sábados 1 e 8 de Agosto, às 18h.
Onde? Casa das Artes Bissaya Barreto
Quanto? 10€ (podem comprar em aqui e aqui)

Texto: Joana Pires Araújo
Fotos: Casa da Esquina, Citemor, Prémio Estação Imagem, Casa das Artes Bissaya Barreto (José Cruzio no jardim da Casa no Les Siestes Electroniques Portugal 2019) 

Deixa-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.