Podemos todos ajudar os miúdos que não têm computadores

À suspensão das aulas presenciais devido à pandemia Covid-19 junta-se o problema da desigualdade no acesso à Educação. Num comunicado enviado para a nossa redacção, a União de Freguesias de Coimbra alerta para o facto de haver alunos que não têm acesso a computador e/ou a internet e que por isso não conseguem acompanhar as actividades escolares propostas pelos professores que tentam lecionar à distância.

A entidade associou-se por isso ao movimento #tech4COVID19 e está a lançar o Student Keep, uma plataforma que serve para saber quantos são esses alunos e ao mesmo tempo angariar e disponibilizar-lhes o equipamento, obtido através de um sistema de apadrinhamento. Pessoas individuais ou colectivas podem tornar-se Keepers, disponibilizando temporariamente ou permanentemente equipamento informático. 

A Student Keep está dividida em duas parte: uma área destinada a quem precisa de ajuda, onde se identifica e sinaliza o que precisa e outra parte para quem quer ajudar disponibilizando o que pode dar ou emprestar. 

São mais alunos do que poderíamos pensar à partida. Num levantamento rápido que fizemos às nossas escolas, por exemplo no 1ª ciclo, os números são preocupantes: dois terços não têm computador para ter aulas e um terço não tem acesso à Internet, declara João Francisco Campos, presidente da União das Freguesias de Coimbra, acrescentando que é uma plataforma, não para nós na União das Freguesias de Coimbra, mas para todo o território nacional. Todos podem e devem participar. É só clicarem em: http://www.studentkeep.org/. Para mais informações podem ligar o nº 914 215 196. 

Deixa-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.