Sabiam que há bilhetes anuais (e em conta) para este parque?

Recomendado em todos os roteiros de Coimbra, o Portugal dos Pequenitos é um parque que concilia brincadeira e aprendizagem para os mais novos. Desde o primeiro momento em que se passam os portões da entrada, no Rossio de Santa Clara, todos os visitantes são invadidos por um certo encantamento na minúcia de todos os espaços em miniatura.

Há diversas áreas temáticas com casas, monumentos, oceanos, jardins, um museu, um comboio que circula pelo espaço e um sem fim de oportunidades de jogos de faz-de-conta. O ponto de partida é uma incrível mostra do património e da arquitectura portuguesa.

Como se a descrição não justificasse dezenas de visitas durante o ano, há ainda um fantástico parque infantil (com escorregas, baloiços, cavalinhos e uma estrutura em madeira repleta de desafios), sem esquecer o bule em ferro forjado da autoria de Joana Vasconcelos instalado numa zona ajardinada do Parque, em 2015.

Um bilhete de entrada no Portugal dos Pequenitos tem um custo de 10,50€ para um adulto (dos 14 aos 64) e de 6,50€ para uma criança (dos 3 aos 13) e para pessoas com mais de 65. (Crianças até aos 2 anos não pagam).

Descobrimos que é possível adquirir um cartão anual, válido durante 365 dias a partir da data de emissão, que compensa sobretudo para os residentes da cidade de Coimbra, bem como para todos os que gostam de visitar regularmente o Portugal dos Pequenitos. Tem um custo de 21€ por adulto e de 16€ para crianças (dos 3 aos 13 anos) e só precisam de preencher um impresso disponível na bilheteira do parque, de apresentar o cartão de cidadão de cada visitante e de indicar um contacto telefónico.

Assim, ao longo do ano, podem entrar neste mundo encantado as vezes que quiserem e durante o tempo que entenderem - para um pedacinho antes de um almoço fora, um final de tarde depois da escola e do trabalho, um encontro com amigos.

Um bilhete de entrada no Portugal dos Pequenitos tem um custo de 10,50€ para um adulto (dos 14 aos 64) e de 6,50€ para uma criança (dos 3 aos 13) e para pessoas com mais de 65. (Crianças até aos 2 anos não pagam).

Descobrimos que é possível adquirir um cartão anual, válido durante 365 dias a partir da data de emissão, que compensa sobretudo para os residentes da cidade de Coimbra, bem como para todos os que gostam de visitar regularmente o Portugal dos Pequenitos. Tem um custo de 21€ por adulto e de 16€ para crianças (dos 3 aos 13 anos) e só precisam de preencher um impresso disponível na bilheteira do parque, de apresentar o cartão de cidadão de cada visitante e de indicar um contacto telefónico.

Assim, ao longo do ano, podem entrar neste mundo encantado as vezes que quiserem e durante o tempo que entenderem - para um pedacinho antes de um almoço fora, um final de tarde depois da escola e do trabalho, um encontro com amigos.

Áreas temáticas

Países de Expressão Portuguesa: representação etnográfica e monumental dos atuais países africanos de Língua Oficial Portuguesa, do Brasil, de Macau, da Índia e de Timor.

Portugal Insular: inclui os monumentos principais das Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores, rodeados por grandes lagos assemelhando-se às ilhas no Oceano Atlântico.

Portugal Monumental: espaço ilustrativo dos principais monumentos do país (com maior destaque ao núcleo de Lisboa mas incluindo os principais monumentos das regiões de Trás-os-Montes, Douro, Minho e Beiras e também pelos das regiões do Ribatejo, Alentejo e Algarve). Neste espaço encontra-se ainda o Museu do Traje que expõe cerca de 300 peças em miniatura representando a evolução do traje ao longo dos tempos, cenas do quotidiano português e alguns adereços significativos.

Coimbra: representação dos principais monumentos da cidade, nomeadamente da sua Universidade.

Casas Regionais: representação fidedigna das casas tradicionais de Norte a Sul de Portugal. Devido à escala reduzida e às particularidades de cada casa, este é, sem dúvida, o espaço mais procurado pelas crianças.

História

Fernando Bissaya Barreto (1886–1974), médico-cirurgião, professor catedrático, filantropo, é responsável por uma enorme Obra Social em toda a região centro do país, sobretudo nas áreas da protecção e defesa da criança e da mulher, da educação e formação profissional. Entre outras importantes obras no campo da defesa da criança, o Professor Bissaya Barreto imaginou este parque-jardim como sendo uma extensão pedagógica e lúdica da Casa da Criança Rainha Santa Isabel (creche e jardim de infância). 

Inaugurado a 8 de junho de 1940, o Portugal dos Pequenitos é um parque-jardim representativo do Património Arquitectónico de Portugal, não só da diversidade de estilos arquitectónicos (românico, gótico, manuelino, etc.), mas também das diversas tipologias de construção (marcadas por diferentes materiais locais, características do terreno, clima) e, ainda, de um conjunto de ofícios tradicionais evocados pelos moinhos de vento e de água, os currais, o forno comunitário e as salinas, entre outros. 

O Portugal dos Pequenitos foi pensado como um local onde a criança aprendesse brincando e o adulto aprendesse observando.  Desde 1959, integra o património da Fundação Bissaya Barreto.

Horário de funcionamento

De 1 de Janeiro a 28/29 de Fevereiro e de 16 de Outubro a 31 de Dezembro: das 10h às 17h

De 1 de Março a 31 de Maio e de 16 de Setembro a 15 de Outubro: das 10h às 19h

De 1 de Junho a 15 de Setembro: das 09h às 20h

Texto: Joana Pires Araújo
Fotos: Portugal dos Pequenitos

Deixa-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.