Ainda têm isto tudo para ver na Bienal em Coimbra

É uma oportunidade rara e única. Durante dois dias, a Bienal de Arte Contemporânea de Coimbra vai exibir no Teatro Académico de Gil Vicente os chamados 'filmes escondidos' de António Reis e Margarida Cordeiro (Jaime, Trás-os-Montes, Ana e Rosa de Areia) e obras de Buster Keaton, Roberto Rossellini, Jean-Luc Godard e o filme concerto A Casa na Praça Trubnaia, de Boris Barnet, musicado com uma versão dos Mão Morta Redux. Esta é apenas uma de várias propostas da programação convergente da Anozero'19, que é uma extensão da oferta cultural mas feita de propostas individuais de criadores e/ou estruturas artísticas, autorias e curadorias múltiplas presente em vários locais da cidade. E há muito mais para ver e fazer, desde a performance Transhumância, de Sara Jaleco, ao lançamento do livro Cinco Voltas na Bahia e um Beijo para Caetano Veloso (Ed. Caminho, 2019)da escritora e jornalista Alexandra Lucas Coelho.

 Também têm o Programa de Ativação que é desenvolvido pelos alunos do Mestrado em Estudos Curatoriais do Colégio das Artes da Universidade de Coimbra em colaboração com a Esfera CAPC. Sábado, dia 14 de Dezembro, podem fazer a visita-percurso que passa pelos espaços expositivos da bienal, e onde também é dado destaque ao património edificado e imaterial da cidade, e também têm as interessante oficinas O Farol, com Maria Bicker e Joana Monteiro, e O Palco da Terceira Margem que dá voz à comunidade local. Recordamos que na exposição em si têm trabalhos de 39 artistas para conhecer em diferentes lugares da cidade, do Convento de Santa Clara-a-Nova ao Edifício Chiado, Sala da Cidade e Galerias Avenida, no Colégio das Artes, Museu da Ciência — Laboratorio Chimico, Galeria de História Natural e espaços do Círculo de Artes Plásticas de Coimbra, CAPC Sede e Sereia. É tudo gratuito e continua até ao final do mês.

Próximas actividades:

NA MARGEM DAS PALAVRAS
5, 12, 19 e 26 Dezembro
Através da citação do conto e outros textos, iremos comunicar com os habitantes de Coimbra. A partir de um monólogo — em que uma pessoa lê e outra escuta —, pretendemos dar a conhecer o conto e a terceira margem.

HORS D’OEUVRE
6 de Dezembro
Performance que cria um paralelo entre o consumo de obras de arte e o consumo (e o desperdício) presentes na indústria cultural, em que valores burgueses como ver e ser visto pelos seus pares continuam patentes.

CICLO DE CINEMA
6 e 7 de Dezembro

Filmes Jaime (1974) + Rosa de Areia (1989), Ana (1985) e Trás-os-Montes (1976) de António Reis e Margarida Cordeiro e, no Sábado, Marinheiro de Água Doce, de Buster Keaton, (1928), Stromboli, de Roberto Rossellini (1949), A Nossa Música, de Jean-Luc Godard (2004) e à noite o filme concerto A Casa na Praça Trubnaia, de Boris Barnet (1928, Preto e Branco, 86 min), musicado com uma versão dos Mão Morta Redux.

I, ME, YOU, WE — UMA EXPERIÊNCIA ESTRUTURADA NA IDENTIFICAÇÃO E CRIATIVIDADE
7 Dezembro

É uma oficina de um dia para artistas, designers e curadores com uma prática colectiva, imersiva e imaginativa que altera a perspetiva criativa para longe do familiar. 

VISITAS MEDIADAS
7 Dezembro

OS DIAS GLORIOSOS
11 Dezembro

Oficina que pretende dar continuidade a um outro projeto, uma cápsula do tempo à semelhança da que Steve McQueen apresenta na bienal com a obra Once Upon a Time, desta feita lançado pela altura da comemoração dos 60 anos do CAPC. 

MAPA DE ARQUITETURA DA OBRA DE CARLOS DE ALMEIDA
12 Dezembro

Lançamento do mapa e anúncio público da exposição comemorativa do centenário do nascimento do arquiteto Carlos de Almeida.

DIMENSÕES VARIÁVEIS
12 Dezembro

Exposição em que um desenho espacial do espaço das obras, tornando-se, estas marcações, a obra em si.

TRANSHUMÂNCIA
13 e 14 Dezembro

Experiência poética e original de uma possível ecologia humana para uma bailarina e o público. A partir de narrativas íntimas sobre migração, fluxo, nomadismo, a artista propõe-nos uma errância coreográfica onde a dança se impregna da corpografia sensorial dos espaços e memórias atravessados.

 

COCRIAR CORPO E ESPAÇO DESDE A EXPERIÊNCIA DO FLUXO: UM MERGULHO EM DANÇA PARA A CONSTRUÇÃO DE UMA ECOLOGIA HUMANA
13 e 14 Dezembro

Durante esta oficina vai questionar-se e praticar-se em movimento e em dança várias dinâmicas de relação.

VISITAS-PERCURSOS
14 Dezembro

Passam pelos espaços expositivos da bienal Anozero’19, dando também destaque ao património edificado e imaterial.

CINCO VOLTAS NA BAHIA E UM BEIJO PARA CAETANO VELOSO
14 Dezembro

Lançamento do último volume da trilogia de Alexandra Lucas Coelho, sendo os dois volumes anteriores «Vai, Brasil» e «Deus-dará».

TUDO ONODA
15 a 27 Dezembro

Peça de teatro em que o espaço cénico representa uma ideia de purgatório, os figurantes são representações de «guerreiros primordiais» num bambual perdido no limbo. 

LONGE, NO CAMINHO
15 Dezembro

Oficina com Désirée Pedro (arquitetura) e Rui Barros (aluno do Mestrado em Estudos Curatoriais).

O FAROL
18 e 22 Dezembro

Oficina que consiste na construção de mensagens tipográficas de luz com o auxílio de: retroprojetor + stencils; fotografias de longa exposição + objetos luminosos.

VISITAS
21 e 22 Dezembro

Visitas acompanhadas pelo curador-geral Agnaldo Farias e pelos curadores-adjuntos Lígia Afonso e Nuno de Brito Rocha.

HISTÓRIAS DE ALÉM TERRA
21 Dezembro

Vídeo: "Ter o universo como palco foi um desafio que desde logo me atraiu. O pensamento torna-se mais abstrato, quase fora do meu alcance. É uma imensidão de espaço a preencher, mas é grande a nossa vontade de projetar para uma cúpula e poder dançar de pernas para o ar, como o Fred Astaire ou um asteroide à deriva." Leonor Keil

O PALCO DA TERCEIRA MARGEM
29 Dezembro

Oficina comunitária que dá voz à comunidade local. 

Exposições 

ESCAPE / THE ASSUMPTION OF BLUE
Exposição de Pedro Pascoinho
até 29 DEZ
→ Museu Nacional de Machado de Castro
[4ª feira a Domingo: 10h - 18h; 3ª feira das 14h às 18h]
→ Galeria Sete
[2ª feira a Sábado, 14h às 19h30]

 
O GRANDE TEATRO DO MUNDA;
FINITA EXISTÊNCIA - PANTEÃO PARA CINZAS;
COIMBRISMO
Exposições de Arquitetura
até 29 DEZ
Convento de Santa Clara-a-Nova
3ª feira a domingo, 10h– às 8h

 
UNSITTED MOVEMENT
Exposição de Gil Ferrão
até 8 DEZ
Galeria V, Rua Eduardo Coelho 23
3ª feira a domingo, 10h às 18h 

NAVEGAR NA MARGEM, CAMINHAR PELO LEITO
Instalação Coletivo West Coast
até 29 DEZ
MUSEU, Av. João das Regras

FONS VITAE
Instalação Sonora
até 29 DEZ
Curadoria: José Miguel Pereira (Arquivo Digital do Centro Histórico de Coimbra/Jazz ao Centro Clube)
Conceção: Ricardo M. Vieira e Óscar Rodrigues (Digitópia - Casa da Música)
Local: Jardim da Manga
 
DIMENSÕES VARIÁVEIS
12 DEZ a 20 JAN
Exposição de Ana Sousa
3ª feira a Domingo das 10h às 18h
Local: Galeria V, Rua Eduardo Coelho 23
SHIU! O DIÁLOGO DO SILÊNCIO
Artistas: Alice Geirinhas, Ana Hatherly, Ana Jotta, Ana Mendieta, Ana Vidigal, Cildo Meireles, Dara Birnbauhm, Emília Nadal, Fernanda Fragateiro, Filipa César, Harun Farocki, Helena Almeida, Hernâni dos Reis Baptista, Ignasi Aballí, Jérémy Pàjeanc, José de Guimarães, Luísa Cunha, Mané Pacheco, Martha Rosler, Silvestre Pestana
Curadoria: Filipa Alfaro, Inês Teles Carvalhal, Miguel Mesquita
Até 10 JAN
Local: Sala da São Pedro - Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra

 

 

Artigo patrocinado

Fotos: Jorge das Neves e filme Rosa de Areia (1989)

Deixa-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.