Quem quer ser pago para trabalhar 6 a 9 meses noutra parte do mundo?

É uma oportunidade incrível e alargaram a data limite de candidaturas. O Programa Inov Contacto, que foi distinguido pela Comissão Europeia como um dos melhores projetos europeus que contribui para o desenvolvimento económico e do emprego das regiões, está com inscrições abertas até 15 de Outubro às 15h. Sentem-se com vontade de fazer um estágio internacional remunerado de 6 a 9 meses no estrangeiro? Basta serem licenciados, terem até 29 anos e não estarem a estudar nem a trabalhar.

As vagas estão abertas em mais de 200 empresas, portuguesas e estrangeiras, e em mais de 80 países, para todas as áreas de formação. Nas suas 23 edições, já levou cerca de 6 mil jovens a estagiar em mais de 1.100 empresas em todo o mundo e o nosso objectivo é que mais pessoas tenham a oportunidade de ter esta experiência única no estrangeiro e que consigam alavancar as suas carreiras, explicou Luís Filipe de Castro Henriques. O Presidente da AICEP diz que uma das mais-valias é as portas que o programa abre e, segundo Maria João Bobone, responsável pelo programa, nos últimos anos, o programa estatal, organizado pela AICEP Portugal Global, registou uma taxa de 60% de empregabilidade nas primeiras 4 semanas após o estágio. 

Se forem aceites, os candidatos têm de passar por uma série de testes e provas, até porque podem ir parar a países tão diferentes como o Reino Unido, Brasil, Espanha, Namíbia, Macau, Dubai ou China continental. No momento em que se candidatam, não sabem o local de destino do estágio e é a AICEP que depois faz o match entre o candidato e a empresa.

O programa assegura as viagens de ida e volta entre Portugal e o país de destino da entidade onde o estágio se realiza, atribui uma bolsa de formação mensal, subsídio de alimentação e subsídio de alojamento que varia entre os 1.500 e 1.800€ líquidos, de acordo com o índice de custo de vida da ONU, publicado para cada um deles. Para a
inscrição é preciso o comprovativo de licenciatura (com mestrado integrado se for o caso) e um certificado do nível de inglês. Quem for aceite, começa por fazer um seminário de práticas internacionais e acaba o processo sabendo, finalmente, para onde vai.

Esta vai ser a 23ª edição e até hoje mais de 5.500 jovens fizeram estágios desde 1997. As inscrições são aqui

Deixa-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.