Fomos conhecer um restaurante mexicano que “¡ay, caramba!”

Temos sempre um pé no ar para experimentar um restaurante que abriu há pouco tempo. É o caso do Señor Hernandez que se instalou na Estrada de Coselhas, no Largo Maria Linda, no final de Maio deste ano (2019).

Este restaurante mexicano ocupa uma moradia de r/c e 1.º andar que fica mesmo ao lado da Farmácia de Celas, perto da rotunda da Fucoli. O espaço está decorado com mesas e bancos de madeira e diversos objectos que caracterizam o colorido da América Latina.

Abre de terça-feira a Sábado, ao almoço e jantar, e há estacionamento fácil. 

Ao longo do jantar, fomo-nos rendendo à simplicidade do restaurante e, acima de tudo, à simpatia no atendimento. Sentimos que a comida é preparada com cuidado por quem espera que os clientes passem ali um bom bocado - e foi o que aconteceu connosco.

O menu de almoço custa 7€ (e inclui entrada ou sopa, prato principal, bebida, café ou sobremesa) mas há outras propostas interessantes e com preços em conta como o menu Cenar, válido de segunda a quinta-feira (que, por 11€, inclui nachos com molho mexicano, copito de sangria, cazuela de fajitas no forno ou chili com carne ou uma das sugestões do dia) ou o menu Degustação, mais completo e caprichado, por 14,50€ por pessoa.

Entradas

Há várias alternativas para encher a mesa e ocupar as barrigas enquanto esperam pelo prato principal, como os típicos nachos, pão de alho e queijo, jalapeños (pimentos) cortados, tortilha de carnes frias e queijo, ovos revueltos com baconovos rancheros no forno ou cogumelos frescos com bacon.

Pedimos um prato mix de nachos (para 2 pessoas) que foram devorados num abrir e fechar de olhos. A razão? Aqueles triângulos de trigo eram caseiros, estavam fritos na perfeição e os acompanhamentos (guacamole, carne picada e queijo cheddar) casavam muito bem. No prato havia ainda pico de gallo (salada de tomate, cebola e coentros, temperada com sumo de limão) que refrescava a boca antes de partirmos para outra garfada gulosa.

Pratos principais

A ementa apresenta opções de tortilhas tostadas, quesadillas, chillis, fajitas no forno, bacalhau latino com gambas e polvo à galega. Há sempre sugestões do dia mas avançámos para um burrito de chili e uma quesadilla de frango, ambos regados por um jarro de sangria tinta. Não conseguimos decidir qual estava melhor e comemos tudo até ao último grão de arroz. 

Existem ainda pratos sem carne nem peixe como a quesadilla, o chilli e as fajitas vegetarianos.

Sobremesas

Para interpretar o menu doce, precisam de saber o que é cajeta - um tipo de doce de leite.

Para além do tapon de chocolate negro com gelado, a lista conta com o crepe de cajeta ou chocolate, o taquito mexicano (crepe enrolado com gelado e cajeta), gelado com cajeta e natas ou o brownie de chocolate com noz e sorvete.

À semelhança dos pratos principais, o Señor Hernandez apresenta sobremesas do dia e pudemos terminar o jantar com uma mousse de lima com xarope de agave.

Quem é o Señor Hernandez?

Encontrámos a história nas redes sociais, contada por Joana Costa: os sabores mexicanos em Coimbra nasceram nos anos 90 pela mão de Rui Costa (o meu pai) que muitos conhecem pela sua alcunha Chef Atum. Rui foi um dos fundadores da Arca, em Coimbra, e começou, na brincadeira, na lendária discoteca Scotch, a alimentar os esfomeados da noite com uns petiscos diferentes e que faziam pedir mais uma bebida para acalmar o picante

A brincadeira tornou-se séria e apareceu o restaurante mexicano Azucar com Chocolate se instalou em Coimbra, em 1998. Durante uma década de trabalho no mexicano da Estrada de Coselhas a fiesta não parou. Joana começou a ajudar o pai (preparava as bebidas, lavava pratos, picava gelo, cortava fruta, servia à mesa) mas a crise obrigou a que o restaurante fechasse as portas. Em 2009 surgiu uma oportunidade para abrir o restaurante Azucar, em sociedade mas, uns anos mais tarde, a ideia era criar um projecto mais familiar. 

Joana já largou as vergonhas na forma como recebe as pessoas (e comprovámos a simpatia no atendimento) até porque consolidou o percurso profissional com formação na Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra. Hoje em dia, Rui Costa está atrás do restaurante Ya Esta, em Viseu, e Joana defende os comandos do Señor Hernandez, ao lado do namorado Nuno Correia.

Este restaurante apareceu a escassos metros do antigo Azucar, onde o Chef Atum se lançou verdadeiramente na cena gastronómica mexicana, na cidade. E Joana deixou a promessa: aqui sabem que nunca serão mal servidos, nunca sairão com fome, porque a melhor comida, é a comida com história.

Texto: Joana Pires Araújo
Fotos: Señor Hernandez e Joana Pires Araújo

Deixa-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.