Os plásticos descartáveis têm os dias contados, mas os piqueniques não

Segundo as normas da Directiva Europeia, antecipadas pelo nosso Governo, em 2020 os plásticos de uso único vão desaparecer do mercado o que, diga-se de passagem, é uma excelente notícia para o Planeta. Mas temos boas notícias também para quem acha que arranjar alternativas vai ser uma dor de cabeça.  

Na verdade, as opções são mais que muitas e com tendência a aumentar, graças à crescente tomada de consciência ambiental. As palavras-chave a ter em conta são compostável e biodegradável. Explicamos num instantinho os dois conceitos. 

Compostável ou biodegradável?

Ambos se decompõem de forma natural e sem causar dano ao ambiente. No entanto, um produto biodegradável pode demorar até milhares de anos a decompor e um produto compostável (que também é biodegradável) decompõe-se até 6 meses e ainda enriquece o solo com nutrientes.

Reutilizável ou descartável ecológico?

Sempre que possível, o ideal é utilizar loiça reutilizável mas, no caso de optarem por descartável, as alternativas podem passar por produtos feitos de cana-de-açúcar, bagaços agrícolas ou madeira. Podem ainda optar pelo já conhecido cartão, ainda que se devam certificar de que não tem coloração ou outras substâncias, como plástico. Podem encontrar estes produtos, por exemplo, na Bioethic , na Linha Pure da Papstar, na Círculo Bio, Coposcartao.com, La Redoute ou Monouso.ptQuem quiser ir mais além, há mesmo uma solução comestível feita de farelo de trigo, criada pela polaca Biotrem, distribuída em Portugal pela Solitud.  

Em Coimbra, às vezes é possível encontrar loiça de bambu, pelo menos, nos supermercados Pingo Doce, Jumbo, Lidl, Continente e na loja Tiger, no Alma Shopping.

Os talheres de PLA ou C-PLA nem sempre se degradam nas condições das nossas centrais de resíduos por isso, na impossibilidade de utilizarem talheres reutilizáveis, aconselha-se a utilização de talheres de madeira.

Que não seja por os descartáveis de plástico terem os dias contados que vocês deixam de se deliciar com os belos piqueniques que o bom tempo está a pedir.

 

  

 

Texto: Inês Teixeira
Fotos: Kawin Harasai (Unsplash), Papstar, Solitud, La Redoute

Deixa-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.