O que é que vai ser esta semana Coimbra: clássica, guitarrada ou explosão rockabilly?

4ª | 19 JUN 


CONCERTO + INAUGURAÇÃO 

21h30 | Praça do Comércio, Coimbra

Abre as portas em grande e a três tempos o novo espaço CoLAB – Coolaboola, com o concerto dos norte-americanos Colton Turner & The Mellows, no Salão Brazil. A festa arrasta-se pelos dias 20 e 21, com showcases esporádicos no próprio espaço na Praça do Comércio, junto à Igreja de São Tiago, e só termina com o concerto (gratuito) dos californianos Big Sandy & His Fly Rite Boys, sexta-feira, às 21h30. Durante os três dias, ao longo do dia, também há classic car show, workshops, tattoo flash day, barber tutorial e food lab masterclass. A CoLab é um espaço polivalente com loja de tatuagens, artigos retro, cerveja artesanal, barbearia, tatuagens e bar.

 

5ª | 20 JUN

CONCERTO
21h30 | Convento São Francisco, Coimbra 

Captura de ecrã 2019-06-14, às 16.38.39.png

Sob a direção de Lorenzo Viotti, um dos mais promissores jovens maestros da actualidade, a Orquestra Gulbenkian apresenta um programa dedicado a dois nomes maiores na história da música russa. O Concerto para Violino n.º 2, uma das últimas encomendas feitas a Sergei Prokofiev antes do seu regresso definitivo à União Soviética, será interpretado pela emocionante e versátil violonista espanhola Leticia Moreno, que cativa o público e a crítica com o carisma natural e virtuosismo. Na segunda parte, a monumental Sinfonia n.º 5 de Piotr Ilitch Tchaikovsky, que se veio a tornar numa das suas criações mais populares. Está indicado para maiores de 6 anos e os bilhetes custam entre 8€ a 10€ (com descontos) e podem comprá-los aqui.

 

6ª | 21 JUN

CONCERTO 

21h30 | Convento São Francisco, Coimbra

Homenagem afectiva de um guitarrista português à dimensão que a obra musical de José Afonso tem na cultura popular nacional, passados mais de 30 anos sobre o desaparecimento do autor da nossa Grândola. Porque a força das canções de Zeca não se esgota nas palavras e a sua música é a um tempo simples, directa e de intensidade pungente, Pedro Jóia apresentada versões para guitarra, o instrumento que o próprio usava para compor e se acompanhar. Este espectáculo faz parte do ciclo de programação Somos Livres, inspirado na memória dos combates travados em nome da Liberdade evocando acontecimentos de um passado recente como ponto de partida para a criação artística e reflexões sobre conceitos tão inquietantes como juventude, revolução e democracia. A percussão, no concerto, fica a cabo de José Salgueiro. Está indicado para maiores de 6 anos e os bilhetes custam 8€ (com descontos), podem comprá-los aqui.

 

 

 

Deixa-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.