COOLTURA

Clã e Tó Trips vão dar um salto à cidade mas há mais na agenda, até pole dance

Teatro, música, performance, roteiro literário, exposições e um espectáculo especial de pole dance em Coimbra.

SEX| 7 JUN 

 

INSTALAÇÃO-ESPECTÁCULO
21h30 | Teatro da Cerca de São Bernardo

Com encenação de António Augusto Barros e concepção plástica de António Augusto Barros e Ana Rosa Assunção, O Homem Que apresenta ao público o surpreendente, instigante, poético e bem-humorado universo de um autor que permanece largamente desconhecido e afastado dos cânones ou dos circuitos estabelecidos. Assumindo o desafio, A Escola da Noite seleccionou fotografias, desenhos, textos em diversos formatos (contos, micro-contos, enigmas que parecem haikus) e até figurações diversas em tangram, o célebre jogo inventado na China no qual o autor se tornou um especialista mundialmente reconhecido. Uma multiplicidade de formas que a companhia experimentou transpor para o palco do TCSB, entre quadrados, triângulos e o paralelograma, a acutilância do traço, a luz da fotografia e o fascínio pelas palavras, pela linguagem e pela complexidade humana. Os bilhetes custam 5 a 10€ e o espectáculo está indicado para maiores de 14. Informações e reservas: 239 718 238 / 966 302 488 / geral@aescoladanoite.pt.

TEATRO + CONCERTO
21h30 | Oficina Municipal do Teatro
Repete Sáb à mesma hora e Dom às 19h
Ala de Criados 
é a segunda criação original deste ano transporta-nos para Mar del Plata, há 100 anos atrás, no momento em que em Buenos Aires se viviam os sete dias mais violentos da história argentina. Uma viagem à boleia de Mauricio Kartun, o reconhecido dramaturgo, que apresenta o clube de tiro aos pombos da família Guerra e os netos do patriarca: Tatana, Emilito e Pancho. Inúteis demais para contribuir na defesa patriótica dos proprietários contra os trabalhadores, afastam o tédio deslumbrando-se com Pedro Testa, funcionário do clube com ambições de trabalhador independente. Os bilhetes custam 4 a 10€. A seguir ao espectáculo, Príncipe toca na Tabacaria, o músico
e compositor dá a conhecer músicas do álbum A Chama e o Carvão. O projeto a
solo de Sebastião Macedo, autor e produtor da maioria das letras e arranjos dos Ciclo
Preparatório. Vai ser pelas 23h30 e custa 5€ a entrada.

MÚSICA
22h | Salão Brazil

58926174_10157072233124223_2199150008626839552_o.jpg
Co-fundador de marcos da recente música nacional, como é o caso dos Lulu Blind ou Dead Combo, e membro da fase final dos Santa Maria Gasolina em Teu Ventre, Tó Trips lançou em 2009 o primeiro álbum a solo, Guitarra 66, pela Mbari, efusivamente recebido pela crítica. Ao vivo, na senda de levar Guitarra Makaka pelo país fora, Tó convidou e construiu um espectáculo cúmplice e entusiasmante com o percussionista João Doce, reputado músico angolano residente em Esmoriz, Aveiro, sobejamente (re)conhecido como membro dos Wray Gunn e colaborador de The Legendary Tigerman. Podem ler mais aqui, os bilhetes custam 9€. 

SÁB | 8 JUN 

 

POLE DANCE
21h30 | Auditório do Conservatório de Música de Coimbra

42867039_733089737037152_3994584863935037440_o.jpg

| Si ner gia | é um espetáculo sobre discriminação pela raça, idade, orientação sexual, género, limitações físicas ou aparência. É um espectáculo que toca em temas difíceis e suscita reflexão sobre como a sociedade tem lidado com as diferenças através de um desporto ele próprio alvo de discriminação, o Pole Dance, feito pela única escola da modalidade em Coimbra, a Bats-on-Pole Coimbra. O pole dance é considerado um desporto na moda mas, segundo a organização, ainda está cheio de preconceitos. Os bilhetes custam 12€ e podem comprar aqui.


PERFORMANCE

18h | A Camponeza


Por entre as Paredes
 encerra a exposição Metamorfoses Lúcidas. São 12 performers a ocupar a galeria (que fica por cima da loja de bebidas e ao lado do Salão Brazil) com abordagens que comunicam entre si através das relações com os vários espaços:

do largo da Rua da Louça, até ao sótão da Galeria A Camponeza, transformando a paisagem em experiência. Com Alexandre Gigas, André Feitosa, António Azenha, Christina Jesus, Daniela Proença, Iara Lopes, Jorge Cabrera, Lucerna do Moco, Mariana Brum, Oreste Affatato, Pedro Vaz e Vanda Madureira.

TEATRO
21h30, dom às 19h · 4 a 10€ | Oficina Municipal do Teatro

Ala de Criados é a segunda criação original deste ano e transporta para Mar del Plata, há 100 anos, no momento em que em Buenos Aires se viviam os sete dias mais violentos da história argentina. Uma viagem à boleia de Mauricio Kartun, reconhecido dramaturgo que apresenta o clube de tiro aos pombos da família Guerra e os netos do patriarca: Tatana, Emilito e Pancho. Inúteis demais para contribuir na defesa patriótica dos proprietários contra os trabalhadores, afastam o tédio deslumbrando-se com Pedro Testa, funcionário do clube com ambições de trabalhador independente.

TEATRO
21H30 | Convento São Francisco

O projecto teatral Montanha-Russa é uma criação de Miguel Fragata e Inês Barahona, que conta com a participação, ao vivo, dos músicos Manuela Azevedo e Hélder Gonçalves, da banda portuense Clã. É uma viagem de descoberta, ou redescoberta, da adolescência, conduzida pelas histórias pessoais de quatro personagens de épocas diferentes Os músicos estarão em palco com Miguel Ferreira, também dos Clã, e o músico Nuno Rafael, e o elenco conta ainda com Anabela Almeida, Bernardo Lobo Faria e Carla Galvão. Um espectáculo em que o teatro e a música disputam o palco, desafiando as convenções do teatro musical como quem desafia as leis da gravidade num loop. O extenso trabalho de pesquisa que deu origem ao espectáculo fez-se junto de várias centenas de adolescentes, no território nacional e também na região da Normandia, em França. Diários escritos por adolescentes, entre as décadas de 1970 e de 2000, letras de canções, filmagens, entrevistas a jovens sobre questões que os preocupam, foram o ponto de partida para o espectáculo que se apresenta, numa sessão única, em Coimbra, no Grande Auditório do Convento São Francisco. Os bilhetes custam 6 a 8€.

MÚSICA
22h00 | Salão Brazil 

Os MA são João Carreiro (guitarra), Leonor Arnaut (voz), João Fragoso (Contrabaixo) e João Pereira (bateria). A tentativa de interagir com o silêncio e texturas do som motiva este grupo a criar música nova sem rótulos, em que a energia está direccionada para o som do grupo. Ao incorporarem o improviso na sua música, estão abertos aos vários caminhos que possam surgir no momento de tocar, o que os afasta da monotonia e os aproxima da espontaneidade. Os bilhetes custam 6€.

 

DOM | 9 JUN

ROTEIRO LITERÁRIO
10h, 15h e 17h30 | Escadarias da Sé Nova de Coimbra, no Largo da Feira

Numa cidade onde tantos escritores e poetas viveram, estudaram e trabalharam, Alexandre Valinho Gigas (5 Minutos de poesia/ GAQ) convida a um circuito pelas ruas de Coimbra, entre a Sé Nova e o Mondego. A visita é guiada pelo escritor, percorrendo as ruas e locais quotidianos a alguns escritores, que estão ligados de diversas formas à cidade de Coimbra. Entre eles, Miguel Torga, Mário de Sá-Carneiro, Amélia Janny, Vergílio Ferreira, Fernando Namora, José Afonso, António Nobre, Eça de Queiroz, Teolinda Gersão, José Régio e os Presencistas, Carlos de Oliveira, Camilo Pessanha e Antero de Quental. Integram-se também os poetas mais recentes da cidade.
Pelo caminho são feitas paragens em alguns desses locais bem como efectuadas as leituras dos textos que remetem a esse espaço urbano. O percurso tem cerca de 2h e acaba na Portagem, junto ao Rio Mondego. Custa 5€ (descontos para grupos) e a inscrição é obrigatória e faz-se via email para gigas.alexvalinho@gmail.com ou telefone: 968478718.

MAIS SUGESTÕES

EXPOSIÇÃO
14h – 18h | Círculo de Artes Plásticas de Coimbra

Em Linha de chão, de Rui Neto, encontram um conjunto de projetos feitos nos últimos anos que exploram a ferramenta do desenho como meio de interpretação e representação do espaço e que têm como linhas de orientação da sua produção as noções de limite e poder. Licenciado em Arquitetura e mestre em Desenho pela Faculdade de Belas Artes do Porto, Rui Neto é, actualmente, doutorando na Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto, investigador no Centro de Estudos de Arquitectura e Urbanismo no grupo Arquitectura: Teoria, Projecto, História (ATPH-FAUP). Desde 2009, tem participado em várias exposições e Linha de chão fica patente no Círculo Sede, na Rua Castro Matoso, n.º 18, até 27 de Julho, de 3ª feira a Sábado, das 14h às 18h, com entrada livre.

EXPOSIÇÃO
Todos os dias | 15h – 20h | Welcome Center do Convento São Francisco

É proibido proibir! Galeria Ocupada é uma mostra sobre o movimento estudantil, intelectual e operário que em Maio de 1968 teve lugar em muitas cidades francesas, sobretudo na de Paris, ecoando depois em todo o mundo, teve como uma das suas marcas capitais a inscrição livre e em regra espontânea, nas paredes de ruas, praças, escolas, fábricas e edifícios públicos, de um conjunto de grafitos que funcionavam como um estímulo para a ação e para o pensamento. Foi o núcleo de frases-relâmpago que serviu de mote ao convite feito pela ACERT a um conjunto de artistas para uma exposição realizada em Tondela. A sugestão foi que criassem elementos cerâmicos a partir de alguns desses slogans do Maio de 68, de modo a que cada autor, escolhendo uma frase/pensamento/provocação, construísse uma peça e com ela estabelecesse um diálogo, sob formas que poderiam ser concordantes ou discordantes, próximas ou dissonantes, irónicas ou panfletárias. Dessa forma nasceu a exposição agora patente no Convento de São Francisco, por intervenção da ACERT e com a colaboração do Centro de Documentação 25 de Abril da UC e da Câmara Municipal de Coimbra. 

CURTAS COM CONVERSA
4ª | 12 Jun | 21h21 | Salão de São Tomás, Seminário Maior de Coimbra


O Seminário Maior de Coimbra promove um ciclo de curtas metragens comentadas por um convidado, uma iniciativa que procura ser mais um contributo na construção desta cidade que somos e habitamos. Chama-se Periferias e desta vez 
Álvaro Domingues apresenta o filme A Rua da Estrada (2012), de Graça Castanheira. 

 

Comenta este artigo

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.