(Mini) Jornalistas por 1 dia: sentir Coimbra nos locais e monumentos

Queremos sentir Coimbra, nos locais e nos monumentos. Queremos mostrar o que mais gostamos na nossa cidade. Queremos que tu também sintas Coimbra como nós! 

Praia fluvial

Escolhemos a praia, porque…    

  • É fixe
  • Podemos nadar
  • E ver o pôr do sol a refletir no rio

E para nós os seus problemas são…

  • O lixo
  • Os bancos partidos
  • A praia ter mais pedras do que areia

Como podemos melhorar?

  • Contratando pessoas para limpar. Assim, para além de a praia estar limpa também existiria menos desemprego
  • Contratando pessoas para arranjar as coisas estragadas
  • Sensibilizando as pessoas para não poluírem e não estragarem, pois a praia é de todos.

Igreja de Santo António dos Olivais

Escolhemos esta igreja, porque…

  • Faz parte do nosso caminho desde que andamos juntos na escola
  • Existe há quase 900 anos
  • E lá se realizam muitos eventos coolectivos

E para nós o que é mais fixe é...

  • Ver do miradouro a cidade e as serras
  • Ver o presépio iluminado na altura do Natal
  • Ir aos carroceis e às farturas nas festas da primavera.

Podemos convidar-te a ir lá?

  • Vais conhecer a história da igreja, existe desde o início da nacionalidade portuguesa, no alto de uma colina
  • Conta os degraus da escadaria... Vais ter que contar até ao 30!! E já agora espreita para dentro das 6 capelinha
  • Vai até ao miradouro e vê o pôr do sol mais bonito que alguma vez já observaste.

Universidade de Coimbra

Escolhemos a Universidade, porque…

  • É Património da Humanidade
  • É a instituição mais importante da cidade
  • É uma das Universidades mais antigas do mundo, fundada em 1290.

Biblioteca Joanina

Inicialmente a Biblioteca Joanina chamava-se Casa da Livraria, o nome atual é uma homenagem ao seu Patrono, D. João V. Construída entre 1717 e 1728, considerada uma obra prima do barroco.

Curiosidades:

Os primeiros livros na Biblioteca Joanina foram colocados a partir de 1750.

A conservação dos livros deve-se:

- Aos materiais utilizados na sua construção e no mobiliário
- À morfologia arquitetónica
- Ao odor da madeira de carvalho
- À presença de uma colónia de morcegos no seu interior.

As mesas são protegidas com toalhas de couro, por causa dos dejetos dos morcegos. As obras presentes na Biblioteca Joanina podem ser consultadas, através de uma requisição
específica, na Biblioteca Geral, estando algumas obras disponíveis digitalmente.

BIBLIOTECA JOANINA
Pátio das Escolas da Universidade de Coimbra, Coimbra
Horário de visitas: 9h - 17h
Contactos: 239 859 900

Texto: Turma 5ºB da Escola EB 2,3 Martim de Freitas
Fotos: Coolectiva

 

Se gostaram deste artigo talvez queiram ler também estes, da mesma autoria e publicados a propósito do Dia Mundial da Criança: Sentir Coimbra nos locais e monumentos e Coimbra é uma boa cidade para viver?

Deixa-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.