COMPRAS

No Sábado marcamos encontro nesta casa?

O espaço escolhido para o 2º mercado do inspirARTE foi o jardim da bonita Casa dos Arcos.

Não é a primeira vez que vos falamos do Inspirarte, um projecto que se bate pela divulgação de obras e peças de artistas e artesãos emergentes. O programa que vos sugerimos para Sábado, dia 25 de Maio, é uma visita ao jardim da Casa dos Arcos, no Bairro Sousa Pinto, junto aos Arcos do Jardim, que vai acolher a segunda edição do Mercado do Inspirarte, entre as 10h e as 20h.

Se quiserem fazer os trabalhos de casa, podem consultar as páginas dos artistas já confirmados. Desde logo, o projecto Genie Wish, da Sara Baptista e da Carolina Morais, que criam objectos únicos que podem trazer sempre convosco e/ou deixar em lugares especiais. Marco Moura volta a apresentar os seus trabalhos originais de art-prints (reproduções dos seus trabalhos em impressões de alta qualidade), crachás e pins. Rossella Conversano, italiana e com formação em arquitectura e engenharia, vive em Coimbra e é por cá que tem começado a libertar a intimidade das próprias ilustrações. Os produtos da Verde Naif trazem uma banca amiga do ambiente onde podem encontrar cosméticos artesanais e outros produtos ecológicos.

Shoo Shoo Shop partiu da criatividade de Raquel Lucas e do seu gosto por pequenos materiais, objectos inesperados e reaproveitamentos (missangas, botões, bonecos e uma infinidade de pequenas coisas). Uma banca apetecível será a que vai exibir trabalhos de David Sarmento que exploram texturas e pormenores através do uso exaustivo do ponto e do contraste do preto no branco sobre papel e madeira. Já Manuela Pimentel, influenciada pela sua infância e juventude em ambiente rural compõe arranjos assimétricos, com temas vegetalistas que ganham forma em suportes como tela, papel, madeiras entre outros materiais recuperados e reutilizados.

Paulo Monteiro também respondeu à chamada com o seu projecto Arte em Barro – MIMO, uma montra de objectos de modelação em pasta cerâmica que remetem para uma fusão do místico, do tradicional e do contemporâneo nas suas múltiplas formas e interpretações. Carlos Julio apresenta pequenas edições (trabalhos, com texto de Vanda Ecm e imagem de CJ, apresentados em exposições do Pescada Nº5) a um público mais vasto, na esperança de que possam ser apreciadas. A joalharia de autor do Andrea semi studio, a Diego, uma fanzine da autoria de Pedro Elias e Enric Vives-Rubio, que vai já na publicação nº3, e a Sucusdatia, uma coleccionadora de bonitas suculentas são os nomes mais recentes confirmados no mercado.

O mote está dado: sair de casa e aproveitar o bom tempo para dar um passeio e ir ver (e comprar) o trabalho de alguns artistas. Atenção: a entrada faz-se pelo portão das traseiras que fica na Rua Castro Matoso, a rua que parte das escadas monumentais até à rotunda do Papa, mesmo entre a República da Ay-o-linda e a Junta de Freguesia da Sé Nova.

Inspirar (fundo) e arte, uma bela combinação para um Sábado passado num jardim.

mercado inspirarte

Comenta este artigo

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.