COOLTURA

No Sábado há museus com entrada livre e muita coisa grátis a acontecer na cidade

O Dia Internacional dos Museus celebra-se no dia 18 de Maio com muitas actividades gratuitas em Coimbra.

Há muito por onde escolher: percursos pedonais guiados, estátuas vivas, inauguração de exposições, visitas guiadas, subidas à torre mais emblemática da cidade, visitas dramatizadas, vídeos, workshops, conversas, concertos, palestras e até observação de estrelas. Vão mesmo ficar em casa no dia ou na noite de Sábado?

Criado pelo ICOM – Conselho Internacional de Museus, o Dia Internacional dos Museus celebra, todos os anos, o contributo dado pelos museus na construção da sociedade actual. O tema de reflexão para 2019 é Os museus como centros culturais: o futuro da tradição e lança o debate sobre o papel dos museus que são gozados de maneira tão diferente de pessoa para pessoa.

Por cá, a data é comemorada com uma iniciativa da Coimbra – Rede de Museus que agrega um conjunto de museus localizados na cidade O programa preparado para assinalar o Dia Internacional dos Museus e a Noite dos Museus conta com diversas actividades em vários locais da cidade. Vejam o que mais vos interessa e preparem um roteiro interessante para o dia 18 – e totalmente gratuito.

diamuseus

Coimbra – Rede de Museus

9H30: Percurso pedonal (4km), com partida no Cruzeiro da Cruz de Celas e chegada à Porta Férrea/Museu Nacional de Machado de Castro, que vai abordar a história da cidade, a arte do ferro e a sua presença em Coimbra (em guarnições de portas, gradeamentos, varandas, cata-ventos ou candeeiros)

14H30: Percurso pedonal (2km), com partida no Palácio de Justiça e chegada ao Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, que vai abordar a história da cidade, a arte do ferro e a sua presença em Coimbra (em guarnições de portas, gradeamentos, varandas, cata-ventos ou candeeiros)

Em ambos os percursos, os participantes devem levar água, roupa e calçado confortável e apropriado às condições climatéricas, protector solar e chapéu.

Museu Municipal de Coimbra – Edifício Chiado

10H: Reabertura do Edifício Chiado – Colecção de Arte Telo de Morais, incluindo a reabertura da Galeria de Exposições Temporárias (com a exposição O improvável recreio dos ícones – Capítulo Final, de Cláudia Costa) e da Galeria Almedina (abertura da exposição BRUTA, de Sara Feio)

11H-12H30 E 15H30-17H: Animação de rua com recriações de obras de Arte da Colecção Telo de Morais (estátuas vivas)

21H-24H: Colecção Telo de Morais – acervo de pintura e desenho portugueses, escultura sacra e pratas, mobiliário e cerâmicas

22H15: Visita acompanhada pela autora, Cláudia Costa, à exposição O improvável recreio dos ícones – Capítulo Final

Museu Municipal de Coimbra – Torre de Almedina

10H: Abertura da exposição temporária O espaço urbano de Coimbra da Idade Média aos anos 70 do século XX

21H-24H: Núcleo da cidade muralhada

21H15: Visita acompanhada à exposição temporária

Museu Municipal de Coimbra – Torre de Anto | Núcleo da Guitarra e do Fado de Coimbra

10H-18H: Projecção de 3 vídeos sobre os momentos mais relevantes do Canto e da Guitarra de Coimbra

21H-24H: Núcleo da guitarra e do fado de Coimbra

Museu da Santa Casa da Misericórdia de Coimbra

16H: Inauguração da exposição A Arte ao Serviço da Escrita. Sinais Notariais no Arquivo da Misericórdia de Coimbra

16H-18H E 21H-23H: Visitas gratuitas ao Museu da Santa Casa da Misericórdia de Coimbra, bem como aos diversos espaços do complexo monástico-escolar do Colégio da Sapiência

Casa Museu Bissaya Barreto

15H-18H: Visitas à Casa Museu Bissaya Barreto, colecção de arte e jardim

15H15: Visita acompanhada À Descoberta da Arte do Ferro

21H-23H: Noite dos Museus – visitas à Casa Museu Bissaya Barreto, colecção de arte e jardim

Museu Nacional de Machado de Castro

11H-15H: Visitas dramatizadas – Figuras históricas nos diferentes espaços expositivos do Museu

12H30: Exposição Cataventos da colecção do MNMC

14H30-18H30: Workshop Construção de Cataventos em sombras chinesas e apresentação da estória com cataventos por Carlos Santos

17H: Inauguração do espaço Memórias do Paço, dedicado à figura do Bispo D.Jorge de Almeida, e conferência por José Pedro Paiva

18H: Visita orientada à exposição A Encomenda do Bispo. Azulejos Hispano-Árabes em Coimbra, por António Pacheco.

18H-20H: Workshop Ciência Divertida no Museu, experiências lúdico-científicas por MiniBioqs, pelo Núcleo de Estudantes de Bioquímica da Universidade de Coimbra

21H: Conversa Cataventos ao sabor do vento, por Pedro Ferrão

21H-23H: Visita dramatizada O Guarda Chaves, por Ricardo Kalash

21H30: 2016 – Concerto multimédia (João Vasco (piano e vídeo), Pedro Lopes (violino) e Fernando Costa (violoncelo)).

Museu da Ciência da Universidade de Coimbra

11H-17H: Visitas guiadas a diferentes espaços e exposições (11H: Galeria de História Natural e Gabinete de Física; 12H: Exposição Expedições Botânicas; 15H: Sala dos Mapas e Galeria José Bonifácio de Andrade e Silva; 16H: Antevisão da Sala da Biodiversidade de Portugal)

IMG_3709

11H: Palestra sobre A viagem de Gama segundo Camões, por Carlota Simões

16H30: Apresentação da colecção Amazónia, da Vista Alegre, inspirada nas recolhas etnográficas de Alexandre Rodrigues Ferreira, com a presença de índios da etnia ameríndia Kayapó

18H: Concerto de alunos de violino do Conservatório de Música de Coimbra e antes disso os CTT apresentam a emissão de selos Museus Centenários e carimbo comemorativo do dia.

21H-23H30: Actividades Hans-on | Antropologia, Botânica, Zoologia, Geologia, Instrumentos científicos, Engenharia, Conservação.

21H-23H30: Observações astronómicas | Espreitar pelo telescópio e olhar para o céu estrelado, iniciativa com o apoio da Associação de Astronomia Alpha Centauri.

Mosteiro de Santa Clara-a-Velha

10H30 E 15H: Oficina de pintura Animais Fantásticos que dá a conhecer os animais fantásticos representados na coleção de porcelana chinesa do Mosteiro de Santa Clara-a-Velha. Para crianças entre os 6 e os 12 anos (marcação obrigatória pelo telefone 239 801 160 ou e-mail semscv@drcc.gov.pt)

15H: Inauguração da exposição Memórias da China Imperial em Santa Clara de Coimbra que apresenta a coleção de porcelana chinesa do Mosteiro de Santa Clara-a-Velha

16H: Conferência Coimbra e a China ao longo dos séculos, com Joaquim Ramos de Carvalho

21H, 22H E 23H: Visita guiada à exposição Memórias da China Imperial em Santa Clara de Coimbra. Marcação obrigatória (pelo telefone 239 801 160) e limite de 25 participantes por grupo.

21H30: Oficina de pintura Animais Fantásticos que dá a conhecer os animais fantásticos representados na coleção de porcelana chinesa do Mosteiro de Santa Clara-a-Velha. Para crianças entre os 6 e os 12 anos (marcação obrigatória pelo telefone 239 801 160 ou e-mail semscv@drcc.gov.pt)

[Além do programa especial Dia dos Museus, o Mosteiro de Santa Clara-a-Velha (MSCV) colabora com a Delegação Centro da Fundação Portuguesa de Cardiologia no projecto Coimbra unida pelo coração e, durante todo este dia irá funcionar no MSCV um posto de medição e avaliação do risco cardiovascular. Aproveitem e façam um controlo gratuito ao coração!]

Museu da Água

21H-24H: Visita à instalação colectiva Incolor, da autoria de Bordalo II, Forest Dump e MaisMenos.

Turismo da Universidade de Coimbra

20H-23H: Visita à Torre da Universidade com atribuição de senhas no limite de 150 pessoas e só para maiores de 6 anos. (A Biblioteca Joanina está encerrada por razões de segurança.)

Para além das entidades agregadas na Rede de museus de Coimbra, no dia 18 de Maio, pelas 17h, o Museu Monográfico de Conimbriga apresenta como programação cultural um concerto promovido pela Orquestra Clássica do CentroTrata-se de um quarteto de cordas acompanhado pelo acordeonista Jorge Caeiro que vai acrescentar música ao cenário bucólico e idílico das Ruínas de Conimbriga. No Dia Internacional dos museus, a entrada será livre.

Também preparámos a agenda do fim-de-semana, cheia de pretextos para sair de casa, como fazerem uma visita à Baixa de Coimbra que se vai encher de cores e cheiros, com a realização de mais uma Festa da Flor e da Planta, organizada pela Câmara Municipal de Coimbra. Entre as 10h e as 18h, podem encontrar tapetes florais naturais, espalhados entre a Praça 8 de Maio e a Portagem, bem como nas ruas da Baixinha, e cerca de 50 expositores de venda de flores, plantas, produtos de origem biológica e doçaria tradicional, entre outros. A animação é garantida.

 

Comenta este artigo

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.