COOLTURA

Música, cinema, conversas, um festão à anos 90 e mais nos próximos dias em Coimbra

Muita coisa interessante para fazer na cidade paralelamente à Queima das Fitas e mesmo no Parque da Canção passa um evento que talvez queiram conhecer porque tem sido um sucesso por todo o país.

4ª |  8 MAI 

CINEMA + CONVERSA
21:21 | Salão de São Tomás, Seminário Maior de Coimbra
.

Liberdade e prisões que nos habitam com Laborinho Lúcio (Jurista, Prof Universitário, Escritor e ex-Ministro da Justiça) e curta-metragem Arena (2009), de João Salaviza, que ganhou a Pala de Ouro em 2009 no Festival de Cannes. O ciclo de curtas metragens do Seminário Maior procura ser mais um contributo na construção da cidade com o olhar específico cristão. Por um lado projectar esse olhar para fora de portas, possibilitando que mais pessoas possam aceder ao que de melhor a Igreja produz em pensamento e cultura, e trazendo para dentro novas provocações e inquietações que façam repensar sentidos e horizontes. Uma espécie de ‘átrio dos gentios’ sonhado pelo Papa Bento XVI e tantas vezes concretizado no magistério do Papa Francisco. O tema do ciclo é Periferia. Podem ver mais informações aqui. A entrada é livre.

5ª |  9 MAI 

CONVERSA
18:30 | Centro Cultural do Penedo da Saudade
..
Inserido no Ciclo de Conversas 1969: Quando os Estudantes Ergueram a Voz – Memórias desta vez o Professor Amadeu Carvalho Homem partilha memórias, nomeadamente de como viveu a Crise Académica há 50 anos.

POESIA
22h | Café TAGV
..
DeclAMAR Poesia — Bestiário, Animais na Poesia. Alinhamento inicial de poetas e poemas ao qual se segue um período de microfone aberto ao público (para ler poemas próprios ou alheios). Dura cerca de 1h e a entrada é livre.

 

 

6ª | 10 MAI 

 

CONCERTO
22h | Tabacaria do Teatrão
.
Os 10 000 Russos são, na verdade, três portugueses: o João Pimenta, que trata da bateria e da voz, o Pedro Pestana, na guitarra, e o André Couto, com o baixo. São do Porto e começaram nas andanças psicadélicas em 2012. Têm dois álbuns editados, andaram numa digressão europeia com Distress Distress (2017) e agora dizem que há um novo a caminho, previsto para a segunda metade de 2019. Bilhetes: 5€.

QUEIMA DAS FITAS
22h30 | Praça da Canção
.
É o último dia da festa dos estudantes e vai ser em grande com a festa Revenge of the 90s que anda a fazer furor por todo o país e de que já falámos aqui. É uma festa de revivalismo da música (e não só) dos anos 90, começou há 2 anos em Lisboa para 500 pessoas, chegou às 200 mil em edições mais recentes e agora inclui uma tour nacional que passa por várias cidades e já passou por Coimbra. Na mesma noite actuam as Mondeguinas, as Fans e Grupo de Fados. O bilhete pontual custa 10€ (estudante) e 15€ (não estudante) e podem comprá-lo aqui e aqui. As portas abrem às 22h30.

CINEMA
21h30 | Teatro da Cerca de São Bernardo
.
No Desobedoc – Mostra de cinema insubmisso, é exibido o documentário francês 8, AVENIDA LENINE (2018) de Valérie Mitteaux e Anna Pitoun. É um filme sobre Salcuta Filan e os dois filhos, Denisa e Gabi, uma família romena que vive há 15 anos nos subúrbios de Paris. Enquanto muitos políticos continuam a defender que os romenos têm de voltar para casa, Salcuta prova que a França e a Europa têm capacidade de os receber com dignidade. Porque, como europeia que é, Salcuta escolheu a França como casa. A conversa no final é com Valérie Mitteaux, José Manuel Pureza e Bruno Gonçalves

SÁB | 11 MAI

 

OFICINA
15h às 18h | Museu Nacional de Machado de Castro
.
Oficina colaborativa De pneu a banco de Museude construção de mobiliário urbano, que consistirá em vestir simples pneus e transformá-los em bancos para uso de quem visitar o Museu. É uma parceria entre o Museu Nacional de Machado de Castro e a Casa da Esquina e é gratuito, basta inscreverem-se através do email geral@casadaesquina.pt. 

CONCERTOS
22h | Salão Brazil 
.
Os Alien Church aterram mais uma vez a nave na catedral do Salão Brazil, em Coimbra, para espalhar a palavra. Nascidos em 2016, os Alien Church apresentam um punhado de canções cósmicas que evocam a viagem intergaláctica, a descendência e a ascendência transcendente, as aparições, a Palavra. A receber os alienígenas estarão os Wipeout Beat de Carlos Dias, Pedro Calhau e Miguel Padilha.

CINEMA + CONVERSA
21h30 | Teatro da Cerca de São Bernardo 
.
No Desobedoc – Mostra de cinema insubmisso, é exibido o documentário O Silêncio dos Outros (2018) de Almudena Carraceno e Roberto Bahar, uma co-produção Espanha/Canadá/França/EUA que anda a dar que falar, até porque está em exibição também nas salas (como a do Alma Shopping). O documentário mostra a luta épica das vítimas dos 40 anos da ditadura de Franco, em Espanha, que continuam hoje a procurar justiça. Filmado ao longo de 6 anos, acompanha várias vítimas e sobreviventes, enquanto organizam o Processo Argentino e enfrentam uma amnésia imposta pelo Estado perante crimes contra a Humanidade num país, que após 4 décadas de democracia, continua dividido. A conversa a seguir é com Francisco Louçã e António Pedro Pita e moderação de Catarina Agreira.

OBSERVAÇÃO NOCTURNA
21h | 
Observatório Geofísico e Astronómico da Universidade de Coimbra e Secção de Astronomia – AAC

Vai ser excecionalmente num sábado, vai observar-se Lua e astros e a entrada é gratuita e não necessita de inscrição.

 

2ª | 13 MAI

 

CINEMA + CONVERSA
21h30 – Liquidâmbar
.
Inserido no Desobedoc – Mostra de cinema insubmisso, é exibido o documentário brasileiro Cabra Marcado para Morrer (1984) de Eduardo Coutinho. Início da década de 60. Um líder camponês, João Pedro Teixeira, é assassinado por ordem dos latifundiários do Nordeste. As filmagens da sua vida, interpretada pelos próprios camponeses, foram interrompidas pelo golpe militar de 1964. Dezassete anos depois, o realizador retoma o projeto e procura a viúva Elizabeth Teixeira e os seus dez filhos, espalhados pela onda de repressão que se seguiu ao assassinato. O tema principal do filme passa a ser a trajetória de cada um dos personagens que, através de imagens e lembranças do passado, evocam o drama de uma família de camponeses durante os longos anos do regime militar. A conversa é com Miguel Cardina e Bárbara Lobo e moderação de Joana Brilhante. 

 

Foto: Filme O Silêncio dos Outros (2018)

 

 

 

 

 

Comenta este artigo

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.