Experimentem um Richard’s on the rock no Teatrão por estes dias

Ricardo III é um outsider, mesmo do ponto de vista da estrutura do poder ele é o maior dos vilões, é um vilão que é torto mas que é sedutor, tem umas características muito fora do padrão. Marco António Rodrigues leva à cena a ideia de Isabel Craveiro, actriz e directora artística do Teatrão. Pareceu-me muito importante fazer uma reflexão sobre as questões ligadas ao poder, o Teatrão faz 25 anos e isso significa fazer uma retrospectiva e articular com o momento que estamos a passar, contou-nos numa pausa dos ensaios.

Richard’s, adaptação de Ricardo III de William Shakespeare, está em cena até 18 de Abril na Oficina Municipal do Teatro, e é a primeira de 3 criações originais para assinalar o aniversário da companhia residente. Além de ser interpretado por 4 mulheres, a peça é musicado ao vivo por Vítor Torpedo, Rafael Silva e Ricardo Brito. Essa coisa mais ardida do rock e da música tem tudo a ver e, pegar uma peça que é narrada por um personagem cuja percepção do mundo, e em particular das mulheres, é a pior possível, e pô-la a ser feita por mulheres, contou-nos o encenador, que divide a autoria do texto adaptado com Jorge Louraço Figueira.

Subverter esse olhar por dentro mas sem ficar a fazer discurso, revelar essa angústia, entender como é que o patriarcado age sobre as relações mais simples, sem resolver nada mas puxando o nosso próprio tapete, eu acho que é uma experiência divertida. Não sei se é necessário, mas é divertido!

Marco António Rodrigues

Nesta versão de Ricardo III, em vez do homem que reinou em Inglaterra no século 15 partilhar com o espectador a estratégia de ascensão ao poder, 4 investigadoras/rainhas (Cláudia Carvalho, Isabel Craveiro, Margarida Sousa e Mónica Cadete) tentam descortinar esse caminho, reabrindo o processo que investiga o assassinato dos príncipes herdeiros da Casa de Iorque. Ouvem-se depoimentos, fazem-se reconstituições e apresentam-se provas que adensam a trama e põem a descoberto uma teia de favores, manipulações e conspirações.

A peça inaugura a Casa do Poder, o novo ciclo temático do Teatrão que se orgulha de manter uma relação estreita com a comunidade e a cidade de Coimbra. Tentamos tornar o teatro uma coisa necessária para a vida das pessoas e não um espaço elitista e eventual, mas um espaço de discussão normal, e que a Oficina seja um espaço informal onde as pessoas se sentem bem e sempre bem-vindas, disse-nos Isabel Craveiro. A luta é permanente, até porque amanhã podemos ficar sem subsídio ou sem casa, a situação da nossa actividade é muito precária e muito instável e nós temos esta função de tentar interpretar tudo o que se passa, continuou.

Victor Torpedo (Tédio Boys, The Parkinsons) é co-curador dos concertos da Tabacaria e agora passou para o papel de compositor e intérprete de temas originais para o espectáculo. É muito agradável podermos acrescentar sempre mais colaboradores e encontros, porque é disso que se trata, é permitirmos que os artistas se encontrem e criem espaços de trabalho, explicou Isabel Craveiro.

Marco António Rodrigues, brasileiro, com mais de meia centena de encenações no currículo, confessa que se sente muito parte da companhia. Já fizemos uns 10 trabalhos, conheço razoavelmente o teatro do Brasil e outros teatros do mundo e é muito difícil ver uma estrutura como essa (…) é um país, é um território, e um território ao serviço da cidadania, não um território oco, e eu reconheço-me muito nestas propostas, sinto-me muito estimulado e provocado, disse o dramaturgo.

Este ano, o Teatrão também vai estrear Ala de Criados, texto do argentino Maurício Kartune, e O Bando de Guarda-Chuvas, a partir de Afonso Cruz. Da produção específica do Serviço Educativo virão as versões de Um Inimigo do Povo, de Ibsen, e Romeu e Julieta, de William Shakespeare, e duas produções de dramaturgias contemporâneas do PANOS – Palcos Novos, Palavras Novas (TNDMII).

 

4 A 18 ABR | 21H30 | RICHARD’S
Oficina Municipal do Teatro, Coimbra
4ª a Sáb  – 21h30| Dom – 19h
Bilhetes: 4 a 10€
Contactos: 239714013, 912511302, agenda@oteatrao.com
Site

 

 

 

 

 

 

Deixa-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.