Até Domingo até vêem Coimbra aos quadradinhos

Étienne Schréder, responsável gráfico da conhecida série Blake e Mortimer, fez o mais importante livro de BD com Coimbra como cenário e personagem. Não conhecem O Segredo de Coimbra (Edições Asa, 1997)? Então vão ter agora a oportunidade, o autor belga vai estar na Coimbra BD – Mostra Nacional de Banda Desenhada, de 7 a 10 de Março, juntamente com vários outros autores, desenhadores, realizadores de cinema e actores. Este ano o evento da Câmara Municipal de Coimbra, em colaboração com a livraria Dr. Kartoon e a editora Comic Heart, tem cinema e está articulado com o MOTELX Coimbra, no Convento São Francisco.

imgLoader.jpg

Durante 4 dias podem ver na Casa Municipal da Cultura as exposições Do Segredo de Coimbra a Blake Mortimer, Fabio Celoni – com trabalhos do desenhador italiano que tem dividido a carreira entre a Disney e a editora italiana Bonelli -, Do Jardim dos Espectros aos Filhos do Rato, do jovem prodígio da BD portuguesa Fábio Veras, Um português na DC de Daniel Henriques, De Coimbra a Loulé com o making of do livro Os Segredos de Loulé de André Caetano, J. M. Lameiras e J. R. Santos e, finalmente. Também Mulheres na BD Portuguesa do Séc. XXI Imagens para Sophia, dedicada às histórias para crianças de Sophia de Mello Breyner Andresen e artistas e ilustradores que elas inspiraram.

Mas muita coisa vai acontecer na Coimbra BD, das 10h às 22h nos dias 7, 8 e 9 de Março e das 10h às 18h no dia 10. Podem comprar banda desenhada, ilustração e merchandising de 25 editoras, conhecer autores ou assistir ao lançamento de livros como Filhos do Rato (G Floy e Comic Heart), O outro lado de Z (Kingpin, G Floy e Comic Heart), Dylan Dog, O velho que lê (G Floy) e Ascensão (Escorpião Azul).

Na 5ª, 6ª e Sábado à noite há jogos de tabuleiro, a partir das 21h. Se passarem na Mostra na 6ª feira à tarde, vários autores vão fazer visitas guiadas pelas 19h. A partir das 21h, passam curtas-metragens de terror: A Boneca (Gonçalo Morais Leitão, 2018), Calipso (Paulo A.M. Oliveira, Pedro Martins, 2018), Cinzas (Célia Fraga, 2018), Espelho Meu (Hugo Pinto, 2018), Yet Another Christmas Tale (David Vieira, 2018), The Bad Girl (Ricardo, 2015).

Sábado a manhã é de curtas infantis para toda a família e, a partir das 15h, há sessões de desenho ao vivo, na sala Francisco de Sá de Miranda. Mas, atenção? a partir das 16h também podem ir pedir autógrafos a artistas como André Caetano, Daniel Henriques, Fábio Veras, Luís Zhang e Rita Alfaiate. Às 18h, editores vão falar sobre o ano editorial de 2019 e, uma hora depois, exibem-se curtas-metragens ligadas à banda desenhada: Porque é este o meu ofício (Paulo Monteiro) e Sleepwalk (Filipe Melo).

Domingo há mais filmes e um workshop sobre micro narrativas centradas na autobiografia. Pequenas Histórias do dia-a-dia vai ser dado por Joana Mosi Simão na Sala Francisco de Sá de Miranda, das 11h às 13h. A inscrição é no local. Para crianças, a partir dos 6 anos, 11h30 é Hora do Conto, ou melhor, dos Contos do Caldeirão na Biblioteca Infantil/Ludoteca. Podem inscrevê-las já através do número 239702630 ou email para biblioteca.infantil@cm-coimbra.pt.

Da parte da tarde, pelas 15h, há desfile e concurso de Cosplay na Sala Polivalente, e pouco depois Joana Mosi Simão volta para apresentar o interessante projecto Nódoa Negra, uma coletânea de BD feita por mulheres sobre a problemática da violência sobre as mulheres. Este ano, a Mostra há um outro evento a acontecer ao mesmo tempo no Convento de São Francisco que é o MOTELX, a extensão do Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa, e o programa é este:

5ª | 7 MARÇO

21h00 | MUTANT BLAST

Primeira longa-metragem de Fernando Alle, com Maria Leite, Pedro Barão Dias, Joaquim Guerreiro. Com influências cinematográficas que abrangem Quentin Tarantino, Terry Gilliam, e Werner Herzog, é um épico de zombies passado em Portugal que demorou 7 anos a terminar. A sessão é seguida de uma conversa com o realizador e alguns actores.

jwXlH8Vt.png

 

Bilhete: 5€ (3€ estudante, ≥ Maiores 65 Anos, Grupos de ≥ 10 pessoas) à venda na bilheteira do Convento São Francisco de 2ª a domingo (15h00 – 20h00) ou aqui

6ª | 8 MARÇO

18h30 | MANDY 

De Panos Cosmatos, é uma história psicadélica de vingança sobrenatural numa das mais poderosas interpretações do desconcertante Nicolas Cage, também com Andrea Riseborough e Linus Roache. Estreou em Sundance, passou pela Quinzena dos Realizadores de Cannes e é o último filme com a banda sonora do compositor islandês Jóhann Jóhannsson. Recomendado a maiores de 18, vai ser projectado na Antiga Igreja. 

dWbNoQWE.jpg

Bilhete: 5€ (3€ estudante, ≥ Maiores 65 Anos, Grupos de ≥ 10 pessoas) à venda na bilheteira do Convento São Francisco de 2ª a domingo (15h00 – 20h00) ou aqui

SÁB| 9 MARÇO

15h00 | CURTAS

Para maiores de 16, na Black Box, seguidas de conversa com os realizadores e actores presentes, como é o caso de Guilherme Daniel e A Estranha Casa na Bruma (2018). Também Two Puddles (Timothy Keelingna, com Julia Florimo, Amy Keen, Luke McGibney, 2018), Coração Revelador (São José Correia, 2018), o finlandês Helsinki Mansplaining Massacre (Ilja Rautsi, 2018), Hair Wolf (Mariama Diallo, 2017), Moscatro (Patrícia Maciel, 2018) e Milk (Santiago Menghini, 2018).

GRÁTIS –  têm de levantar os bilhetes na bilheteira, de 2ª e domingo, entre as 15h e as 20h (máximo 2 bilhetes/pessoa). Podem reservar em bilheteira@coimbraconvento.pt. 

MATT.jpg
21h30 | THE HOUSE THAT JACK BUILT

É o filme que chocou o público do Festival de Cannes de 2018 e uma homenagem à literatura, com várias referências a Goethe, nomeadamente à obra Faust, e à Divina Comédia de Dante Alighieri, mas também aos próprios filmes passados do controverso realizador dinamarquês. De Lars Von Trier, com Bruno Ganz, Uma Thurman e Matt Dillon num dos papéis mais arrepiantes de um serial killer. Está classificado para maiores de 18 e vai ser projectado na Black Box.

Bilhete: 5€ (3€ estudante, ≥ Maiores 65 Anos, Grupos de ≥ 10 pessoas) à venda na bilheteira do Convento São Francisco de 2ª a domingo (15h00 – 20h00) ou aqui

DOM | 10 MARÇO

18h00 | Curtas para maiores de 16 anos seguidas de conversa com os realizadores e actores presentes. A Instalação do Medo (Ricardo Leite, 2016), Coyote (Lorenz Wunderle, 2018), Freelancer (Paulo A. M. Oliveira, 2017), Lunch Ladies (JM Logan, 2017), O Quadro (Paulo Araújo, 2018) e Insanium (Rui Pedro Sousa, 2018).

GRÁTIS –  têm de levantar os bilhetes na bilheteira, de 2ª e domingo, entre as 15h e as 20h (máximo 2 bilhetes/pessoa). Podem reservar em bilheteira@coimbraconvento.pt. 

Ainda para quem for fã do cinema de terror, João Monteiro, do MOTELX Coimbra vai dar uma masterclass na Coimbra BD dia 7 de Março, pelas 18h, na Sala Polivalente. “De Caligari a Get Out – História e Evolução do Cinema de Terror”, uma viagem pela história e evolução do Terror enquanto género, através dos filmes e autores mais representativos. No Convento de São Francisco podem aproveitar para ver a exposição Desenhar o Silêncio, de António Jorge Gonçalves, na Galeria Pedro Olayo (filho), com textos do escritor angolano Ondjaki.

.

.

7 – 10 MAR | 4ª MOSTRA DE BANDA DESENHADA DE COIMBRA 
Casa Municipal da Cultura + Convento de São Francisco
Site | Facebook
Hórário: 10h às 22h nos dias 7, 8 e 9 de Março | 10h às 18h no dia 10
Contactos: 239702630 (Casa da Cultura) | 239 857 190 (Convento de São Francisco) | bilheteira@coimbraconvento.pt

Native ad

Deixa-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.