Há um rio que é estrela de cinema e mora aqui ao lado

O Alvoco é um rio de história, de saberes ancestrais, de vivências colectivas, de um riquíssimo património material e imaterial que tentamos espelhar através da arte do som e da imagem. Foi por isso que Tiago Cerveira e Luís Antero, um realizador e fotógrafo e o outro artista investigador do património cultural tradicional e popular português, ambos naturais de Oliveira do Hospital, decidiram captar o território de montanha nos concelhos de Seia e Oliveira do Hospital.

O resultado deu o filme em cima, venceu o Concurso de Curtas-Metragens Unir Rios e Pessoas e ficou em 1º lugar no concurso organizado pela Associação Portuguesa de Educação Ambiental. A curta-metragem tem o nome do rio, Alvoco. 

Apesar de ter três minutos, foi feita no seguimento de um longo e vasto trabalho de recolha e tratamento audiovisual do vale que começou há seis anos na zona de povoações antigas, onde o rio tinha um papel central mas que hoje já não tem a dinâmica de outros tempos. Percorremos, juntos, os seus socalcos, ouvimos o murmurar generoso das suas águas, escutamos as histórias da sua vivência e olhamos a sua paisagem, no vale que se constrói a partir da mãe d'água.

Podem conhecer o trabalho que Luís Antero tem desenvolvido de recolha do património imaterial sonoro das zonas da Beira Serra e Serra da Estrela aqui, ou outros belos registos de Tiago Cerveira como esta Riqueza NaturalVejam e inspirem-se para um passeio a Alvoco das Várzeas, por exemplo, que faz parte da rede de Aldeias do Xisto, a apenas 1h de carro de Coimbra.

Texto: Filipa Queiroz
Vídeo: Alvoco (2019), Luís Antero e Tiago Cerveira

Artigo actualizado às 15:22 de 29 de Maio, 2020

Deixa-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.