Compras originais estão neste mercado cheio de inspiração

Seja porque querem fugir à loucura dos centros comerciais, porque preferem oferecer prendas originais ou apenas porque gostam de conhecer novos projectos artísticos, a nossa sugestão para este fim-de-semana é o inspir|ARTE|, um conceito criado para a divulgação de obras e peças de artistas e artesãos emergentes.

A pensar nisso e no Natal que está aqui à porta, os dias 15 e 16 de Dezembro vão acolher, na Galeria de Santa Clara em Coimbra, um mercado de Inverno que nos chega carregado de originalidade.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Marco Moura é um artista plástico bastante ecléctico, com provas dadas em várias exposições em Portugal e no estrangeiro e vencedor de concursos nacionais de banda desenhada e design gráfico. Explorem e invistam nalgum dos seus trabalhos originais, Art-Prints (reproduções dos seus trabalhos em impressões de alta qualidade) e crachás e ímanes da S&M Studio, junto com Sara Baptista.

Os trabalhos fotográficos de Vitor Malva casam bem com qualquer canto onde se pendurem. A paixão do artista pela fotografia analógica nasceu aos 17 anos, sempre pautada pela exploração da imprevisibilidade do resultado final, com recurso à lomografia, às suas não regras, e à sua polaroid. Recentemente, já em 2018, virou-se para a fotografia digital e continua a desafiar os processos e os métodos, com resultados tão bonitos quanto surpreendentes.

Se procuram ilustrações, vejam o trabalho de Miguel Ruivo que usa o mundo natural como um dos meios de expressão. Alguns dos prints que estarão à venda representam um pequeno projecto que combina a personificação de animais com características que o autor gostaria de relembrar às restantes pessoas. Estes personagens são denominados Os guardiões.

Para quem gosta de acessórios, espreitem os colares de rede da Maravista, inspirados pelo mar e que podem compor um outfit de dia-a-dia ou até uma fatiota para um evento mais requintado, ou de Alda Reis, que vende bijuterias e sabonetes naturais que também respiram a nossa identidade marítima.

Ainda vão a tempo de embelezar a vossa casa ou a árvore de Natal com os deliciosos artigos de lã feitos à mão pela criadora responsável pelo projecto Raios de SolCada figura mantém a interpretação em aberto, podendo tornar-se mais pessoal, e permitindo a quem a olha decidir o seu significado – um rosto sem olhos, boca ou nariz, permite que cada pessoa lhe encontre uma expressão própria. 

Podem dar um toque original aos quartos ou à sala com uma almofada da dupla Maria Ritaum projecto que se vai cosendo de ideias à volta de tecidos e agulhas.

Há outros objectos decorativos como os de Paulo Monteiro, um artista plástico português particularmente inclinado para as artes do fogo, da cerâmica e do vidro, e que tem realizado diversos trabalhos no domínio da pintura e das artes plásticas em geral. Paulo criou a marca Arte em Barro – MIMO e constrói objectos de modelação em pasta cerâmica que remetem para uma fusão do místico, do tradicional e do contemporâneo nas suas múltiplas formas e interpretações.

Os diversos produtos da VERDE NAÏF são a pegada verde do inspir|ARTE|: uma banca ecológica e amiga do ambiente onde vão poder encontrar diversos artigos de higiene pessoal, feitos artesanalmente com matérias primas de origem vegetal e orgânicas (tais como sabão natural, champô sólido natural, óleo corporal, dentífrico, desodorizante natural, bálsamo labial, luffa, esfoliante corporal, carvão de coco, escovas de dentes de bambu, sacos de algodão, copo menstrual), entre outros.

Há mais marcas e projectos que vão marcar presença no inspir|ARTE|. Sigam a página do evento no Facebook e vão namorando os produtos que querem comprar.

Marquem na agenda e aproveitem para beber um chá ou um vinho com a manta nas pernas e uma bela vista. Boas compras!

*Fotografia: trabalho de Marco Moura

 

15 E 16 DEZEMBRO | 14H-19H | INSPIR’ARTE – MERCADO DE INVERNO
Galeria Santa Clara – Rua António Augusto Gonçalves 67, Coimbra

Deixa-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.