Há uma escola onde se aprende inglês até a saltar ao pé-coxinho

É inevitável: o inglês está em toda a parte e saber falá-lo é quase tão importante como fazer contas, mas nem todas as escolas ensinam da mesma forma e há uma que é bastante original. Foi criada por uma linguista britânica que quando foi viver para Israel, nos anos 80, precisou de inventar uma maneira de ensinar a língua materna aos filhos mas sem os maçar ou sobrecarregar. Não é afinal o que todos queremos? Que as crianças aprendam com prazer? Um dia, a inglesa deparou-se com o método Suzuki, nas aulas de violino da filha, e ficou tão impressionada que a inspirou a criar o seu para ensinar inglês às crianças.

Foi assim que nasceu a Helen Doron English, a partir dos materiais inventados pela linguista para ajudar as crianças a compreenderem e falarem a língua, antes mesmo de saberem ler e escrever, com base nos princípios do reforço positivo e da audição repetida. Gravou músicas, ritmos e histórias em casa, e experimentou com as crianças que tinha à mão: os filhos e os vizinhos. Na base estava a ideia de criar um ambiente de carinho que imita o processo natural de aprendizagem da língua materna. Foi um sucesso. De tal forma, que Helen continuou a desenvolver materiais pedagógicos e a treinar outros professores para utilizarem a sua metodologia exclusiva.

IMG_7327

Em Coimbra há uma Helen Doron, com turmas de bebés desde os 3 meses de idade (sim, 3 meses!) até jovens com 19 anos. Três professoras dão aulas totalmente em inglês e completamente descontraídas, tanto que não têm nem mesas nem cadeiras. Aqui fazemos tudo no chão, muito diferente daquilo a que as crianças estão habituadas, mostrou-nos Catarina Sousa na escola de inglês em Coimbra, uma das 3 que existem na zona Centro. A ideia é romper com o ensino tradicional, complementou Felícia Almeida.

Entre o material didático feito pela própria Helen Doron há muito feito pelas professoras. Em 3 anos a escola tem quase 350 alunos, dentro e fora de portas – também funciona como actividade extra-curricular em creches e jardins de infância. O essencial é a exposição à língua, temos meninos com 3 anos que falam imenso, com uma pronúncia magnífica, e temos miúdos do 5º, 6º e 7º ano que chegam aqui e têm medo de falar, disse-nos a directora, que garante que os alunos ficam preparados para fazer exames e conseguir certificados de institutos como a Cambridge University.

Os cursos da Helen Doron estão dentro do quadro de referência para as línguas, há diversos horários e até cursos de Verão. A inscrição inclui uma mochila com material didático, seguro, livros e apps para descarregarem. Grande parte dos alunos renovam anualmente, as turmas são pequenas para o acompanhamento ser personalizado e o recurso a apps é um êxito, sobretudo entre os adolescentes. Nós vemos a evolução deles, aqueles que começaram connosco pequeninos e agora viram-se para nós e dizem “Teacher look, it’s a dragon!”, para nós é como o que sentem os pais quando os filhos dizem as primeiras palavras, rematou a directora. E para os mais pequeninos, que melhor maneira de aprender a dizer pé-coxinho em inglês do que a aprender, de facto, a saltar ao pé-coxinho?

 

HELEN DORON COIMBRA
Rua da Irmã Lúcia 10 (perto da EB 2+3 Alice Gouveia), Coimbra
Site oficialFacebook
Contactos:  239 942 407 |  933 986 233 | coimbra@helendoron.com

 

 

Native ad

 

 

 

 

 

Deixa-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.