Têm 3 eventos solidários para ir e o Pai Natal ver

17 NOVEMBRO | 17H | CONCERTO SOLIDÁRIO 
Oficina Municipal de Teatro, Coimbra

O músico Vítor Torpedo resolveu arregaçar as mangas para apoiar o festival Gliding Barnacles na Figueira da Foz, cujas instalações foram afectadas pela tempestade Leslie. O resultado foi este concerto solidário dos Wipeout Beat, D30, Raquel Ralha, Mark Valentine & Pedro Renato, Subway Riders, The Rooms, Fromatomic, Gypos, The Walks, Ruby Ann e o próprio Torpedo na Oficina Municipal do Teatro, em Coimbra. São várias bandas amigas do festival, a maioria de Coimbra, num concerto que chamaram de Cabedelo Calling. O Gliding Barnacles é um festival que junta surf, música, gastronomia e artes plásticas na Praia do Cabedelo. O Leslie destruiu o telhado e afectou salas e diversos equipamentos, nomeadamente 26 pranchas longboard que tinham sido criadas por artesãos na edição deste ano do festival. A organização estimou um prejuízo entre os 70 e os 80 mil euros. Também há uma campanha de angariação de fundos no Facebook.

:
:
:

17 NOVEMBRO | 21H| CONCERTO SOLIDÁRIO ORQUESTRA DOS ANTIGOS TUNOS DA UNIV. COIMBRA
Paços da Cultura, São João da Madeira

Este espectáculo vai ser a 1h de Coimbra, em São João da Madeira, dinamizado pelo Voluntariado Passionista/Rosto Solidário em parceria com a Associação de Jovens Ecos Urbanos, um grupo de carácter missionário que se prepara para, entre outras acções, enviar voluntários em missão Ad Gentes, para Angola. A Orquestra dos Antigos Tunos da Universidade de Coimbra, fundada em 1985, com elementos entre os 18 e os 80 anos, vai  tocar instrumentos de cariz erudito (como violinos, violoncelo, flauta e clarinete) e instrumentos de cariz popular (bandolim, guitarra clássica e acordeon) dirigida pelo maestro Augusto Mesquita e com a colaboração dos cantores Paulo Amador e Fábio Borges. A entrada custa 5€.

18 NOVEMBRO | 15H | MAGUSTO
Casa de Chá, Coimbra

A União de Freguesias de Coimbra oferece as castanhas e tudo aquilo que beberem ou comerem extra reverte para a Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM). São conhecidas as necessidades da associação, além das que já tinha também foi afectado pela tempestade Leslie que destruiu infraestruturas como o Centro de Actividades Ocupacionais e o Lar Residencial em S. Silvestre. A entrada é livre.
:
:
:

Deixa-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.