COOLTURA

Têm Netflix e 2h livres?

Não hesitem, vão à confiança: vejam "Ícaro".

O ponto de partida para a história é uma tentativa de Brian Fogel imitar Lance Armstrong e entrar numa corrida de bicicletas europeia depois de recorrer a doping. Bryan consegue introduzir-se nos meandros do mundo do doping e conhece Grigory Rodchenkov – um médico que dirigiu o centro antidoping de Moscovo.

Num desenvolvimento impressionante da narrativa, acaba por ser o médico a verdadeira estrela do documentário já que se demonstra ter participado numa rede concertada de doping, com suposto conhecimento do governo liderado por Vladimir Putin. Rodchenkov foi, alegadamente, responsável pela evasão de centenas de atletas russos das malhas dos controlos antidoping, permitindo-lhes brilhar nos Jogos olímpicos de inverno de Sochi, onde a Rússia conquistou 13 medalhas de ouro.

Bryan acabou por ter de ajudar Rodchenkov a emigrar e a receber protecção das autoridades relativamente a este incrível escândalo de doping.

 

Disponível na Netflix e garantia de um serão em que não se adormece no sofá.

Têm outras sugestões? Escrevam-nos.

 

Comenta este artigo

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.