COOLTURA ECO FESTIVAIS

Se gostam de cinema e Ambiente têm de ir a Seia este mês

De 13 a 20 de Outubro o CineEco exibe dezenas de filmes nacionais e internacioanis onde os incêndios e a monocoltura dos eucaliptos em Portugal são alguns dos inúmeros temas abordados

Da necessidade de repensar a reflorestação ao impacto das grandes obras públicas nos recursos essenciais dos países, passando pelo isolamento das populações e a poluição aquática, este ano mais de 80 filmes, documentários e reportagens passam no CineEco, nos dois Auditórios da Casa da Cultura de Seia. Há 17 portugueses com a lente focada em questões ambientais no nosso país.

A 24º edição do Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela arranca no dia 13 de Outubro, logo a abrir com um dos grandes filmes ambientalistas de 2018, Mentiras Verdes, de Werner Boote, que estreou no Festival Internacional de Cinema de Berlim. É um filme que mapeia as relações entre a economia e a ecologia, que discute e revela os erros de políticas das empresas relativamente aos produtos verdes e promove a necessidade de um consumo e gestão sustentável dos recursos para consumidores.

maxresdefault-1.jpg

Mas durante uma semana há muito para ver e fazer. Destaque para a exibição de Deserto Verde, de Davide Mazzocco, um documentário que reflecte sobre os impactos da monocoltura dos eucaliptos, uma das principais causas do incêndio em Pedrógão Grande; e a curta E o vento Ardeu, de Patrícia Matos, que resume o olhar de uma habitante local sobre os incêndios que, a 15 de Outubro de 2017, devastaram mais de 190 mil hectares de floresta no centro e norte de Portugal. Vão ser 7 os filmes que se centram na discussão das questões ambientais e que afectam a área de proximidade do festival, numa região que ficou inevitavelmente marcada pelos incêndios dos últimos anos, o que inclusive levou à suspensão temporária do CineEco.

Também  há workshops, concertos, conversas em torno de temas que marcam o ambiente e o planeta, e 2 sessões dedicadas aos mais novos. Também há uma novidade, o 1º Fórum Internacional de Festivais de Cinema de Ambiente, com pelo menos 37 directores de festivais de cinema de ambiente de todo o mundo, e muita vontade de reforçar os laços e promover o debate e a reflexão sobre a relevância das plataformas audiovisuais que promovem mudanças sociais e de sustentabilidade.

O CineEco é um dos festivais de cinema de ambiente mais antigos do mundo e membro fundador e da direcção da Green Film Network. Este ano, debaixo do tema os quatro elementos, a selecção oficial para as secções de competição internacional do festival propõe 50 filmes que são uma visão para algumas das práticas e vozes que inspiram a mudança por todo o mundo. Da arquitectura sustentável, à economia colaborativa, da desconstrução de rotinas à denúncia de algumas das mais poluidoras indústrias mundiais, são vários os temas que servem de ponto de partida para a reflexão rumo à mudança, razão essencial do festival e do seu compromisso com a sensibilização pela cultura.

.

.
13 – 20 OUTUBRO | CINEECO

Casa Municipal da Cultura de Seia – Av. Luís Vaz de Camões, Seia
Site oficial | Facebook
Contactos: casacultura@cm-seia.pt | cineeco@cm-seia.pt | 238 310 237 | 964 862 521

Comenta este artigo

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.