Regresso às aulas e aos snacks para levar para a escola

Nanci Baptistananci baptista
Nutricionista
nancibaptista@gmail.com

 

O início do ano lectivo é sempre uma carga de trabalhos – para pais e filhos! Adaptar aos novos horários, conseguir ter a lista de material escolar completa, conseguir vaga nas actividades extracurriculares, etc. Mas por ser o começo de um novo ano, também pode ser uma oportunidade para mudar ou melhorar hábitos alimentares.

Hoje em dia a oferta alimentar que as nossas crianças têm e pedem para levar para o lanche da escola é enorme e, na minha opinião, a mudança foi demasiado repentina nos últimos anos. De repente, deixou de ser fixe levar um papo-seco com manteiga e passou a ser melhor todos os dias levar algo diferente – das mini bolachas em formato de bonecos aos iogurtes que sabem a sobremesas, aos bolos recheados com chocolate em doses individuais.

Na roda-viva do dia-a-dia nem sempre é fácil inventar lanches saudáveis e apelativos para os miúdos, mas como se sabe é importante que os bons hábitos comecem desde cedo, mesmo nas crianças com peso normal ou até atletas. Como em tudo, pode haver excepções, mas devemos perceber que se elas começam a ser muitas, passam a ser a regra.

Um bom lanche (meio da manhã e meio da tarde) deve incluir alimentos de diferentes grupos alimentares. Fruta, pão, leite ou iogurtes são das melhores opções. Mas para não aborrecer com o pão com leite ou iogurte todos os dias, que outras sugestões? O pão pode ser substituído pela tradicional bolacha tipo Maria/Torrada, mas também por bolachas de água e sal como as cream cracker, ou até por umas bolachas de aveia.

Em vez da tradicional maçã ou pêra, podem variar e optar pela banana, tangerinas já descascadas, frutos vermelhos acondicionados numa caixa pequena e gira. Uma dose individual de polpa de fruta ou um néctar de fruta com menos adição de açúcar podem ser alternativas. Não apetece leite nem iogurte? Um triângulo de queijo ou a rival mini bolinha de queijo vermelha podem ser opções, fornecem igualmente uma dose aceitável de cálcio e são ricos em proteína.

Se quiserem surpreender os miúdos, metam na mochila uma taça com pipocas ou gelatina em dose individual. As pipocas podem ser uma excelente opção se forem feitas em casa, sem ou com pouca adição de sal e açúcar, porque têm poucas calorias e aguentam bem na mochila. A gelatina também é um óptimo acompanhamento de lanche para os miúdos, eles gostam, porque associam a uma guloseima, é rica em água e também tem poucas calorias.

Não se esqueçam que é importante manter a qualidade dos alimentos. Optem por acondicionar os lanches em lancheiras ou marmitas térmicas, para que a temperatura dos alimentos se mantenha por mais tempo. Ainda por cima estão na moda e há de vários preços e para todos os gostos – sugestão: têm várias opções no corner da Exqui Home, na Coimbra Concept Store. No final, não vale esquecer de juntar na mochila uma garrafa de água.

Não nascemos todos a gostar do mesmo. Quem não se lembra de rejeitar alimentos que hoje adora? Os gostos vão-se alterando ao longo da vida, não desistam de introduzir alimentos saudáveis, vão adaptando. Para agradar os miúdos, substituam um alimento que eles não gostam, por outro que tenha um valor nutricional semelhante.

 

 

Deixa-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.