A exposição do Titanic que 85 mil pessoas viram na Expofacic está no Exploratório

Há pessoas que conhecem a data de cor: 14 de Abril de 1912. A história foi contada inúmeras vezes, inclusive em livros, e há 20 anos (sim, já 20 anos!) foi vista por milhões e milhões de pessoas em todo o mundo no filme de James Cameron, vencedor de 11 Óscares. Mesmo assim, em 2018, o nome Titanic faz sucesso e chamou a atenção de milhares de visitantes da Expofacic, em Cantanhede. É que a história verídica do supostamente inafundável navio de passageiros britânico, que naufragou há 106 anos depois de embater num icebergue é, de facto, incrível – e agora pode ser descoberta no Exploratório.

Titanic – A Reconstrução é uma mostra da Fundación Titanic que foi apresentada, pela primeira vez fora de Espanha, na Exposição/Feira Agrícola, Comercial e Industrial de Cantanhede. Cerca de 85 mil pessoas visitaram-na, por isso a instituição espanhola decidiu ficar-se pelo país. Foi o Exploratório que a adaptou ao público português, por isso o Centro de Ciência Viva de Coimbra foi escolhido para nos próximos meses ser a casa da exposição sobre a embarcação construída no início do século 20.

Pensado para ser o navio mais luxuoso e mais seguro da época, o Titanic navegou pela primeira vez no dia 10 de Abril de 1912 de Southampton, no Reino Unido, para Nova Iorque. Nunca chegou aos Estados Unidos porque colidiu com um icebergue 4 dias depois da partida, e afundou com mais de 1500 pessoas a bordo. Foi um dos maiores desastres marítimos em tempos de paz de toda a história, e levou a mudanças nas leis internacionais de navegação que permanecem em vigor mais de um século depois. Os destroços foram procurados durante décadas até serem encontrados, a quase 4 mil metros de profundidade, no Canadá.

Algumas réplicas e peças originais da época podem ser vistas na exposição do Exploratório, que é mais completa do que a da Expofacic. Têm áudioguias que vos ajudam a conhecer de forma mais aprofundada o naufrágio mais famoso da História e, a partir de Outubro, ateliês de exploração de ciência e tecnologia para visitas de grupos. A exposição organiza-se em diversos tópicos, como a construção do navio e os materiais utilizados, a vida a bordo do Titanic, as telecomunicações utilizadas para o pedido de socorro ou o icebergue. O ex-libris é a maior maquete alguma vez feita do navio em cuja proa, no nosso imaginário, Leonardo Di Caprio grita: I’m the king of the world!

 

TITANIC – A RECONSTRUÇÃO
Exploratório – Centro Ciência Viva de Coimbra – Parque Verde do Mondego, Coimbra
Horários: 3ª a 6ª – 09h30 / 17h30 | Sáb, Dom e Feriados – 10h / 18h
Preços: 8€ (inclui audioguia) / Grátis para menores de 6 anos / 5€ dos 7 aos 12, maiores de 65 e grupos)
Contactos: 912395682 | 239703897 | Facebook | Site

 

 

 

 

Deixa-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.