Uma hora de música gratuita para (re)pensarmos o que é um instrumento

HOMO é um concerto de Filipe Silva cujo trabalho explora a combinação de três elementos: o som (enquanto fenómeno físico), o espaço (onde ocorre o som) e o papel dos gestos humanos (na produção e configuração do som).

Quem for assistir a este espectáculo gratuito, vai concentrar-se na arte de Filipe Silva ao manipular sons.

As actuações de HOMO centram-se na manipulação de sons pela exploração da sua componente espacial, entendendo-se essa componente tanto a um nível macrocósmico (o espaço da sala em que o som é produzido) como microcósmico (espaços do próprio corpo do intérprete, como a sua boca e mãos, considerados como “pequenas salas de dimensão mutável”, ou o aparelho auditivo dos membros da audiência, colocados em pontos variáveis do espaço de actuação).

Assim, vamos sair de lá a pensar de outra forma o que é realmente um instrumento: não se constitui apenas pelos elementos ou mecanismos produtores de som, mas também pelo corpo do músico e da audiência, e num determinado espaço físico-acústico de acção sonora.

Em Music for Air, serão apresentados os trabalhos Stone Flesh Stone Space, para pedras, mãos e espaço reverberante, e Organisms, para notas contínuas de órgão, em que os sons produzidos irão interagir de forma simbiótica com o espaço do Refeitório do Convento de S. Francisco, animando-o e sendo simultaneamente animados por este.

 

2 SETEMBRO | 19H| HOMO (FILIPE SILVA)
Convento São Francisco – Av. Guarda Inglesa, Coimbra
Entrada gratuita
Contactos: bilheteira@coimbraconvento.pt | 239 857 191

Deixa-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.