COMPRAS ECO

Têm roupa no armário que não usam e querem vendê-la?

A solução é tão simples e vem de Coimbra: o Glam to Glam é o maior “marketplace” português dedicado à moda em segunda mão, onde qualquer pessoa pode comprar e vender roupa, de forma fácil, confidencial e segura.
Sara e Catarina
Sara Couto e Catarina Nogueira, as caras por detrás do Glam to Glam

O drama, a tragédia, o horror: compras por impulso e peças que ainda têm etiqueta, ofertas que nunca chegámos a utilizar e coisas que, mais ou menos usadas, já não queremos. Há quem ofereça, quem recicle, quem se junte em mercados de troca, quem faça eventos de vendas privadas.

A verdade é que todos estamos cada vez mais atentos à questão da pegada ambiental e da necessidade de estender o tempo de vida útil de uma peça, num esforço de poupança e de diminuição do desperdício.

O Glam to Glam é uma plataforma online, de acesso gratuito, que vai ajudar-nos a esvaziar as gavetas enquanto ganhamos uns trocos.

Querem vender roupa ou outros artigos? Qualquer pessoa pode fazê-lo: basta criarem uma conta na página e colocarem as peças que já não usam à venda. O processo é simples e a mais-valia desta loja virtual é que os artigos só ficam visíveis depois de passarem pela aprovação da equipa do Glam to Glam.

Fecharam uma compra? Em seguida, não há pagamentos nem envios directos – as peças passam obrigatoriamente pela sede do Glam to Glam, em Coimbra, para uma última verificação da condição dos artigos (para garantir que se encontram no estado anunciado) e só depois seguem para a cliente final.

A plataforma gere também todas as transações financeiras e os pagamentos são feitos por métodos seguros. Desta forma, o valor fica cativo até o Glam to Glam efectuar a verificação do artigo – caso não esteja conforme anunciado, o valor é imediatamente  devolvido à compradora.

Ao contrário de outras plataformas de vendas online (como o OLX ou o Sheed), o processo de compra e venda é totalmente anónimo e confidencial e as partes não precisam de se encontrar nem de trocar contactos.

Em relação a outras plataformas semelhantes mas estrangeiras, a grande vantagem do Glam to Glam é a proximidade no envio (que se reflecte no valor dos portes) e na comunicação – qualquer pessoa pode entrar em contacto, por email ou telefone, para esclarecer eventuais dúvidas que tenha sobre o funcionamento da plataforma.

A navegação na página oficial é intuitiva: os artigos estão divididos por diferentes áreas (sapatos, malas, vestidos, ou as mais recentes, casamentos e crianças) e artigos de marcas como Carolina Herrera, Gucci, Michael Kors e Yves Saint Laurent convivem lado a lado com peças da Zara, Mango e H&M numa variedade para todos os gostos e para todas as bolsas.

A experiência de compra é semelhante à de outra loja online: basta seleccionar os artigos desejados, adicioná-los ao cesto de compras, efectuar o pagamento – e ficar à espera que cheguem ao seu destino.

Moda em segunda mão não significa utilizar peças feias. Pelo contrário, é uma forma original e económica de manter um guarda roupa renovado durante todo o ano, seja com artigos de luxo ou com os artigos mais simples do dia-a-dia.

Para os mais desconfiados em relação às compras online, fiquem a saber que o Glam to Glam é uma empresa que se encontra no Instituto Pedro Nunes (IPN), a incubadora de empresas de referência mundial.

Financiado a 100% por capital próprio, nesta fase de arranque o conceito foi já validado com sucesso no concurso “Bolsa do Empreendedorismo”, da Representação da Comissão Europeia em Portugal (tendo sido um dos projetos finalistas), tendo sido também selecionado para o Programa de Aceleração “INEO Start”. Neste momento, é um dos projetos a votação no programa “GovTech”, na categoria “Produção e Consumo Sustentáveis”.

Já se estão a levantar do sofá e a pensar no que vão vender?

 

GLAM TO GLAM

Contactos: 917 069 033, ola@glamtoglam.com

Comenta este artigo

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.