TPC para as férias: trabalhar a postura

EMANUEL CASIMIROemanuel casimiro
Fisioterapeuta
actifisiopt@gmail.com

.
.
.

Hoje em dia fala-se muito de postura, sobretudo de boa postura e má postura. Mas o que é isso da boa postura? É subjectivo. Vejam a área do Desporto, por exemplo. Muitas vezes vemos atletas com enormes alterações posturais, mas que não estão propriamente lesionados. Normalmente comparamos a postura das pessoas com aquilo que nós achamos que é o modelo anatómico, mas os modelos anatómicos são isso mesmo – modelos. A verdade é que somos muito mais do que osso e músculo, somos vivências, emoções e experiências que ao longo do tempo nos vão moldando.

Estamos sempre a ouvir que devemos estar sentados de uma determinada forma, caminhar com as costas direitas, andar ou correr apoiando os pés de uma determinada forma. Isso também são modelos, modelos técnicos e biomecânicos, que devem ser vistos apenas como guia.

Actualmente, no mundo da Fisioterapia, procuramos potenciar o desempenho de cada pessoa dentro da própria postura, da própria biomecânica, e das próprias vivências e estado emocional, integrando esses vários elementos e ajudando então a tratar uma ou várias articulações que tenham começado a doer ou a evidenciar uma disfunção. Além disso, para além da posição estática, em pé, também avaliamos as posturas sentada, no trabalho, a correr, a conduzir e até a dormir, porque todas fazem parte do dia-a-dia e podem contribuir para uma lesão.

Como é que vocês podem trabalhar a postura de uma forma autónoma? Antes de mais  entendendo que não há trabalho postural sem movimento, sem reforço muscular e sem alongamento. Quando a postura está alterada significa que um determinado grupo muscular (ou vários grupos musculares) está encurtado ou fraco, por isso começamos a perceber que não basta andar ou estar sentado com as costas direitas. A melhor forma de trabalharem a postura é manterem-se activos. Sabemos que com a chegada das férias isso parece complicado, as pessoas tendem a estar mais tempo paradas ou deitadas, mas isso cria vícios posturais que depois se vão tornar cada vez mais evidentes, da mesma forma que as pessoas que têm profissões em que têm de estar na mesma posição durante várias horas.

A dica nestas situações é mesmo variarem as posturas. Adoptarem não uma mas conjuntos de posturas, por exemplo:

– Se estiverem deitados na praia a ler mudem de posição na espreguiçadeira, mudem a posição de leitura ou mesmo a distância a que têm o livro dos olhos;

– Mantenham um nível de actividade física moderado, pelo menos 30 minutos diários;

Se sentirem que o corpo excedeu o limite de adaptação e tiverem dores recorram à ajuda de um profissional. Hoje em dia a Fisioterapia tem muitas técnicas para corrigir a postura, resolver lesões laborais e adoptar um conjunto de novas posturas para protegerem o vosso corpo e elevarem a vossa performance. O foco tem é de estar sempre no trabalho da musculatura postural e no alongamento, tendo em mente que não chega ter as costas direitas.

Deixa-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.