Vêm aí 10 dias de Amores & Desamores na Quinta das Lágrimas e não só

Mais amor, mais talento nacional e algumas novidades – este ano, o Festival das Artes faz 10 anos e até vai ter uma sessão de cinema drive in, com o público a poder assistir gratuitamente ao grande clássico West Side Story (1961) ao ar livre, dentro dos carros. A programação vai do dia 13 ao dia 22 de Julho, com um pouco de tudo e por vários locais, mas sobretudo muita música e Pedro e Inês na proa. É um regresso à essência e a um tema muito querido para assinalar o décimo aniversário nas palavras do presidente do evento, Miguel Júdice.

A Orquestra Filarmónica Portuguesa faz as honras de abertura no Convento São Francisco com um Amor Fatal construído com um Romeu e Julieta de Tchaikovsky, Max Bruch, e a mítica Sagração da Primavera de Stravinsky. O violinista chinês Yang Liu é a estrela, dirigido pelo maestro Osvaldo Ferreira.

Dia 14 é a vez de Amores na Diáspora desabrocharem na Igreja do Convento de São Francisco com o projecto Sete Lágrimas, às 21h30. Um mergulho nos géneros e formas musicais dos cinco continentes de ontem e de hoje (…) do vilancico ibérico ao fado, dos vilancicos“negros” do século XVI/XVII ao “chorinho” brasileiro, passando pelas “mornas”africanas e pelas canções tradicionais de Timor, Macau, Índia, Brasil, etc. 

O palco por excelência do Festival, o Anfiteatro Colina de Camões, recebe no dia 17 o Amor aos Clássicos da Orquestra Clássica do Centro. Um opereta do compositor setecentista João de Sousa Carvalho e peças de Georg Telemann e Ludwig Van Beethoven, com a participação da soprano Lara Martins – estrela da produção de The Phanthom of the Opera no West End de Londres -, conduzida por Andrew Swinnerton.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Também na Colina, dia 18, a estreia em Portugal do pianista francês Geoffroy Couteau com um Amor Incondicional por três conhecidos Bês: Bach, Beethoven e Brahms. Já dia 19 vai ouvir-se Mozart, Henry Purcell, George Handel, Cristoph Gluck, Gicomo Puccini e Jerónimo Francisco de Lima. A soprano Sandra Medeiros e o pianista Francisco Sassetti apresentam Desamor e Drama em árias de ópera. Sexta-feira, 20 de Julho, Amor à primeira Vista acontece com a fadista de Coimbra Beatriz, acompanhada à guitarra portuguesa por Guilherme Banza, à viola por José Elmiro Nunes, e no baixo por Ni Ferreirinha.

Para o penúltimo dia de Festival, está agendado o já clássico Passeio pelo Mondego no Basófias, às 18h30. Por 12€, embarcam no cais do Parque Dr. Manuel Braga e ouvem, ao longo de 1 hora, as met AMOR foses do Joana Rodrigues Trio. A despedida, como não podia deixar de ser, vai estar nas mãos de um Pedro e uma Inês. Amor e Saudade, às 21h, no Anfiteatro Colina de Camões, Mozart e o compositor checo Antonin Dvorak pela mão da Orquestra Metropolitana de Lisboa, da pianista Inês Costa e do maestro Pedro Amaral.

O preço dos concertos é sempre o mesmo, 16€, salvo quem beneficia de condições especiais como os Amigos do Festival das Artes, seniores, estudantes, desempregados e grupos têm preço reduzido.

O Festival, que se orgulha de ter trazido o mundo a Coimbra, volta assim às raízes inspirando-se nos eternos patronos da cidade para montar esta edição especial, dedicada à qualidade artística que há em Portugal nas mais diversas áreas. Além da música, como já dissemos, há exposições como Tu, Só Tu, Puro Amor no Ciclo de Artes Plásticascom gravuras de várias edições de Os Lusíadas; há os Os quadros Também Se Namoram – Amores e Desamores na Obra de Graça Morais no Edifício Chiado; e ainda Virgem da Ternura – O amor materno de Oriente a Ocidente, um percurso comentado por Eduardo Sá no Museu Machado de Castro. Também há programas educativo para os mais novos, um Congresso do Amor e Desamor, e o bailado Murmúrios de Pedro e Inês, com direção artística e interpretação de Solange Melo e Fernando Duarte, música de Bernardo Sassetti e Fernando Lopes-Graça, e texto de Afonso Cruz.

Um dos pontos altos do programa vai ser, claro, a novidade. A sessão de cinema em formato drive in, com o grande clássico de Jerome Robbins e Robert Wise, acontece na segunda-feira, dia 16 de Julho, às 21h30 no Parque de Estacionamento do Teatrão. Entretanto, a partir do dia 15, também podem provar as iguarias com Amor às Lágrimas dos chefs Bruno Antunes, Tiago Bonito, Dionísio Ferreira e Vitor Dias no Hotel Quinta das Lágrimas. Mas cuidado que a lotação é limitada. Custa 50€.

O programa detalhado está aqui e aqui. Bom festival!

.
.

.
13 – 22 JULHO | FESTIVAL DAS ARTES 
Quinta das Lágrimas, Coimbra
Site , Facebook, @festivaldasartes, #festivaldasartes2018
Bilhetes: Bilheteira na Quinta das Lágrimas, Fnac (Coimbra), Livraria Almeida (Coimbra) e online em www.ticketea.com/organizers/festivaldasartes
Contactos, inscrições e reservas: festivaldasartes18@gmail | 918108232 / 912464114

 

 

 

 

 

 

Deixa-nos a tua opinião!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.