COOLTURA

Mozart nas ruínas de Conímbriga

Bastienne, jovem camponesa, perde o amado, Bastien, para uma nobre dama. Desesperada, recorre à ajuda do Mago Colas para reconquistar o grande amor, mas no que resultarão os conselhos do feiticeiro? A narrativa é simples – amor, traição, intriga e um final feliz -, mas foi composta no século 18 como ópera, por um menino de apenas 12 anos chamado Wolfgang Amadeus Mozart. Agora imaginem-na representada ao vivo em plenas Ruínas de Conímbriga.

Quem quiser conhecer ou revisitar a pequena récita cómica que impulsionou o génio austríaco para os trabalhos posteriores, não pode perder o espectáculo Bastien und Bastienne no Sábado, 23 de Junho, em Conímbriga (Condeixa), às 18h. A encenação é de Mário João Alves e a direcção musical de António Ramos.

Todos os anos a Camerata Joanina apresenta uma nova produção operática nas Termas do Sul de Conímbriga, uma iniciativa do Museu Monográfico de Conímbriga, em parceria com a Ritornello – Associação Cultural e a Câmara Municipal de Condeixa.

 

23 JUNHO | 18H | BASTIEN E BASTIENNE
Conímbriga – Termas do Sul
Mais informações: Facebook
Reservas: ritornello.ac@gmail.com | 915485256

Comenta este artigo

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.