COOLTURA FESTIVAIS

Grande Festim se vai montar para os lados de Aveiro

Há um monte de música do mundo prestes a pôr Águeda, Albergaria-a-Velha, Estarreja, Ílhavo, Sever do Vouga e Oliveira de Azeméis a mexer. O Festim, Festival Intermunicipal de Músicas do Mundo, vai ter 14 concertos de artistas de 7 países, e vale a pena conhecê-los.

La Caravane Passe, banda que mistura rock francês com música cigana, rap com ska e chanson française, promete uma noite animada. As canções contam histórias de viagens, de fronteiras e de culturas. Tocam dia 22 de Junho na Quinta do Torreão, em Albergaria-a-Velha, e dia 23 de Junho no Centro das Artes e do Espectáculo de Sever do Vouga. 

Boban Markovic Orkestar, a banda de sopros sérvia liderada por Boban Markovic, um dos mais famosos trompetistas ciganos, também promete fazer a festa. Tocam na Quinta do Torreão em Albergaria-a-Velha, no dia 29 de Junho. Dia 30 de Junho é a vez do Parque Urbano de Sever do Vouga.

A cantora Pascuala Ilabaca acompanhada pelo colectivo Fauna chegam do Chile. A música tem origem nas raízes étnicas e indígenas do folclore chileno, mas integra ritmos latinos, jazz, pop e muito rock, não só no som mas também na atitude. Toca dia 6 de Julho no Jardim Henriqueta Maia, em Ílhavo, e dia 7 de Julho no Cineteatro Alba, em Albergaria-a-Velha.

Orchestre Poly-Rythmo de Cotonou é uma das mais antigas grandes orquestras africanas que ainda se encontram activas, composta por sucessivas gerações de músicos desde 1966. Traz do Benim uma fascinante sonoridade ligada aos cerimoniais festivos do pequeno país da África ocidental, misturado com afrobeat, rumba africana, funk, soul, jazz, disco sound, groove, latino, entre outros. Tocam dia 7 de Julho no Jardim Henriqueta Maia, em Ílhavo, e dia 8 de Julho na Praça da Cidade de Oliveira de Azeméis.

La Yegros, da Argentina, têm como foco central a carismática cantautora Mariana Yegros que trabalha sons da Argentina mas também da Colômbia, numa performance urbana e ecléctica. Vão ser três noites de uma combinação explosiva de música urbana, eletrónica e folclórica, incorporando uma atitude punk e uma energia contagiante a descobrir ao vivo. Sobem ao palco montado no Largo 1º de Maio, em Águeda, no dia 12 de Julho. Dia 13 é a vez do Cine-teatro de Estarreja, e dia 14 do Centro das Artes e do Espectáculo de Sever do Vouga. 

Waldemar Bastos é apelidado de Lenda Africana e canta uma Angola sem fronteiras. Navegando pelo afropop, fado e influências brasileiras, tem uma sonoridade que abraça toda a lusofonia. Toca dia 19 de Junho no Largo 1º de Maio, em Águeda, e dia 20 de Junho no Cine-Teatro de Estarreja.

Omar Souleyman, da Síria, reinventa a música tradicional árabe, com uma sonoridade kitsch, construindo pontes onde se podiam encontrar muros. Vai apresentar no dia 26 de Julho ao Largo 1º de Maio, em Águeda, o mais recente álbum To Síria, With Love, dedicado à pátria-natal e à sua desditosa situação. 


São os temas sobre amor e optimismo de Omar Souleyman que encerram a 10ª edição do Festim. Resta dizer que os concertos são todos às 22h, e aqueles ao ar livre são grátis. Os espectáculos em sala custam entre 4 a 6€.

 

22 JUNHO A 26 JULHO | FESTIM
Águeda, Albergaria-a-Velha, Estarreja, Ílhavo, Sever do Vouga e Oliveira de Azeméis
Mais informações aqui e aqui 

 

 

Um comentário

Comenta este artigo

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.