COOLTURA

Alguém pediu um Toquinho de Bossa Nova?

Meio século. Toquinho faz 50 anos de carreira e vem celebrá-los connosco. Vão ser três concertos em Portugal e um deles vai ser no Convento de São Francisco, em Coimbra.

É um regresso, porque Toquinho, ou Antonio Pecci Filho, esteve na Cidade Universitária em 1968 e tocou na Associação Académica acompanhado (ou acompanhando) pelo incontornável Vinícius de Moraes, a troco de uns copos de wisky e água mineral apenas. Falar de Toquinho e não falar do “poetinha”, como é conhecido no Brasil, é impossível.  Apesar de ter composto com Jorge Ben o primeiro grande sucesso, Que Maravilha, foi Vinícius que lançou Toquinho para a ribalta quando o convidou para participar em espectáculos em Buenos Aires, nos anos 1970. A parceria durou onze anos, viveram juntos inclusive, e só terminou com a morte de Vinicius em 1980. Já lá iam mais de uma centena de canções, 25 discos e mais de mil espetáculos. O Bem-amado, Como dizia o poeta, Carta ao Tom 74 são alguns dos temas que assinaram juntos. Mas, para todos os efeitos, Toquinho foi contemporâneo de Chico Buarque, Caetano Veloso, Paulinho da Viola e Gal Costa, a geração de ouro da música popular brasileira. Já depois do virar do século, o músico editou discos como Toquinho e Orquestra Jazz Sinfônica (2002), Só tenho tempo pra ser feliz (2003), Toquinho – Le canzoni della mia vita (2003), Toquinho no Mundo da Criança (2005) e Quem Viver Verá (2011), entre outros. Depois de uma digressão no Brasil, Toquinho vem então festejar os 50 anos de carreira a Portugal, acompanhado pelo pianista, cantor e compositor João Ventura.

Para aguçar o apetite, ou reavivar a memória, deixamos um aperitivo dos bons velhos tempos:

.
.
22 ABRIL | 21H | TOQUINHO – 50 ANOS DE CARREIRA
Convento de São Francisco – Av. da Guarda Inglesa nº3, Coimbra
Bilhetes: 15€, 18€ e 20€ (11€, 13€, 14€, 16 com descontos estudantes, =/< 30 anos, =/> 65 anos e grupos =/>  10 pessoas e especial alunos de artes do espetáculo)
Contactos: bilheteira@coimbraconvento.pt, 239 857 191

Comenta este artigo

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.